Emprego na indústria fica estável em novembro ante outubro--IBGE

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 09:57 BRST
 

SÃO PAULO, 11 Jan (Reuters) - O emprego na indústria brasileira ficou estável em novembro na comparação com o mês anterior, mas caiu 1,0 por cento em relação ao mesmo período de 2011, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

Em outubro, o emprego industrial havia registrado alta de 0,4 por cento, quando voltou a subir após duas quedas mensais seguidas.

Já a queda sobre novembro de 2011 foi a décima quarta consecutiva na comparação anual, mas a menos acentuada desde fevereiro de 2012, quando foi de 0,8 por cento. Nessa comparação, o contingente de trabalhadores sofreu redução em 10 das 14 locais pesquisados.

O principal impacto negativo veio da região Nordeste, com queda de 4,0 por cento, pressionado pelas taxas negativas em 12 dos 18 setores pesquisados, com a maior dela em refino de petróleo e produção de álcool (-21,0 por cento).

O índice acumulado nos 11 primeiros meses de 2012 recuou 1,4 por cento na comparação com igual período do ano anterior. Já no acumulado dos últimos 12 meses o emprego na indústria em geral registrou perda de 1,3 por cento em novembro passado.

O setor industrial já deu sinais de que a esperada retomada da atividade no final de 2012 não se concretizou, adiando esse movimento para 2013 de acordo com analistas.

Em novembro, a produção da indústria caiu 0,6 por cento frente a outubro, pressionada pela desaceleração na fabricação de automóveis e da indústria extrativa.

A indústria foi considerada como uma das principais causas para a fraqueza da expansão econômica no ano passado, e o mercado já reduz suas projeções de crescimento tanto para a produção industrial quanto para a economia como um todo.

(Por Camila Moreira)