Para integrar base aliada, PSD recebeu oferta de até 3 ministérios

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013 17:36 BRST
 

Por Jeferson Ribeiro

BRASÍLIA, 6 Fev (Reuters) - De olho na configuração da base aliada no Congresso e na formação da aliança para disputar a reeleição em 2014, a presidente Dilma Rousseff ofereceu ao PSD até três ministérios: Aviação Civil, Trasportes e Micro e Pequenas Empresas, que ainda será criado, disse o deputado Guilherme Campos (PSD-SP) à Reuters.

Segundo Campos, o Ministério dos Transportes só ficaria com o partido se o presidente do partido, Gilberto Kassab, assumisse. "Ele não deve fazer isso", disse o deputado, que era líder da bancada quando a presidente fez a oferta ao novo partido.

A oferta de Dilma foi feita em dezembro a Kassab e ao vice-presidente da legenda, Guilherme Afif Domingos, que também é vice-governador de São Paulo.

Uma fonte do governo, que pediu para não ser identificada, confirmou à Reuters que o PSD integrará o primeiro escalão do governo, mas que os integrantes da legenda devem ocupar as pastas da Aviação Civil e Micro e Pequena Empresa.

O PSD, fundado em 2011 pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, conta com 51 deputados, dois senadores e elegeu quase 500 prefeitos nas eleições de 2012.

Na comparação com o PSB, partido que pode deixar a aliança de Dilma em 2014 se decidir lançar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à Presidência em 2014, o PSD de Kassab leva vantagem na Câmara e no número de prefeitos. Os socialistas têm apenas 27 votos na Câmara, quatro no Senado, mas a legenda elegeu pouco mais de 440 prefeitos.

A oferta feita por Dilma tinha algumas condicionantes. A nomeação ocorreria depois que Kassab conseguisse o apoio formal do partido ao governo e à reeleição em 2014. A pasta dos Transportes só ficaria com a legenda se o próprio Kassab, como disse o ex-líder do PSD, assumisse o posto. E o partido também teria que aguardar a criação da pasta da Micro e Pequena Empresa, que ainda precisa ser aprovada no Senado.

Para essa vaga, a presidente prefere que o escolhido do PSD seja Afif Domingos, que inclusive já deu entrevistas indicando que aceitará o convite.   Continuação...