FHC antecipa-se a festa petista e divulga vídeo defendendo legado

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 20:43 BRT
 

SÃO PAULO, 19 Fev (Reuters) - Antecipando eventuais críticas a seu governo durante festa de 10 anos do PT na Presidência, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso divulgou nesta terça-feira um vídeo em que defende o legado de sua gestão à frente do país e aconselha os petistas a serem "mais felizes" e a comemorem as vitórias do Brasil.

"Eles (os petistas) pensam que o Brasil começou agora, e não começou. No meu governo, eu mudei o rumo do Brasil, que estava muito desorganizado. Eu sei reconhecer o que o passado fez de bom para o Brasil", disse o tucano em vídeo publicado pela conta de seu instituto no site de compartilhamentos Youtube.

"Toda vez que o PT acerta, meu Deus, é bom para o Brasil. É mau quando ele erra, quando ele atrapalha a Petrobras, quando ele atrapalha a Eletrobras, aí complica", criticou FHC, que governou o país entre 1995 e 2002.

Na quarta-feira o PT realiza em São Paulo um evento para comemorar os 33 anos do partido e os 10 anos de comando petista na Presidência da República, inaugurados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que governou de 2003 a 2010, e continuados pela presidente Dilma Rousseff, que assumiu em 2011.

O possível tom de críticas à gestão tucana na festa do PT, marcada para um hotel na zona norte de São Paulo, foi dado nesta terça-feira pela própria presidente Dilma que, em discurso para anunciar medidas para acabar com a miséria, exaltou Lula por várias vezes e classificou os programas sociais anteriores ao início da gestão petista de "precários".

No vídeo, Fernando Henrique adota tom irônico para atacar os petistas e diz que as constantes críticas feitas ao seu governo parecem "coisa de criança picuinha".

"Eles deveriam comemorar as vitórias do Brasil, não ficar olhando para trás", disse.

"Ainda bem que eu já estou maduro o suficiente, deixa para lá, eles são assim mesmo, o que é que eu vou fazer? Preferia que eles fossem mais espontâneos, mais felizes com o que estão fazendo, com o que o Brasil está fazendo. Mas cada um tem o seu jeito, deixa para lá."

(Reportagem de Eduardo Simões)