Eike Batista mantém oferta para fechar capital da CCX

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 10:00 BRT
 

SÃO PAULO, 25 Fev (Reuters) - A CCX Carvão da Colômbia informou nesta segunda-feira que laudo de avaliação para o fechamento de seu capital indicou preço por ação entre 3,83 e 4,24 reais por papel, abaixo do preço máximo indicado pelo controlador da companhia, o empresário Eike Batista.

Apesar do laudo indicar preço abaixo ao indicado, a CCX afirma em comunicado ao mercado que Batista "ratifica sua intenção de realização da OPA e dará continuidade à sua implementação ao preço por ação de emissão da CCX de 4,31 reais".

O empresário manifestou no final de janeiro intenção de fechar o capital da CCX menos de um ano após sua criação, como resultado de uma cisão da MPX após a parceria com o grupo alemão de energia E.ON.

O preço da compra de até 100 por cento das ações da empresa de carvão no mercado será pago mediante permuta de ações detidas por Batista nas companhias de capital aberto de seu grupo EBX --LLX, MMX, MPX, OGX e OSX. A relação de troca não foi informada.

Segundo o laudo de avaliação, elaborado pela Brasil Plural, a CCX tem 714 milhões de toneladas de carvão em reservas certificadas ao sul da região de La Guajira, no nordeste da Colômbia.

As ações da empresa começaram a ser negociadas na BM&FBovespa em maio do ano passado e a companhia encerrou 2012 com prejuízo de 54,8 milhões de reais. Segundo projeções no laudo de avaliação, a expectativa é que a companhia tenha seu primeiro lucro em 2022.

(Por Alberto Alerigi Jr.)