Artista leva problemas sociais da China à semana de moda do país

terça-feira, 6 de novembro de 2007 11:41 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - O artista chinês Zhao Bandi levou a consciência social à Semana de Moda da China, abrindo o evento com uma coleção que dá destaque a problemas nacionais.

Modelos vestidas de garis, mendigas, autoridades corruptas e até mesmo a Organização Mundial do Comércio, que vem tendo disputas com a China, entraram na passarela no desfile da coleção Bandi Panda, todas em criações em preto e branco, as cores do panda.

"Acho que, depois de assistir a este desfile, todos terão consciência do que está acontecendo. Não é preciso assistir a filmes ou ler livros sobre os problemas, basta assistir ao desfile de moda de Zhao Bandi e o mundo inteiro se dará conta do que está acontecendo na China", disse Zhao.

As criações de Zhao, inspiradas no panda -- o ícone nacional da China --, incorporam humor para ajudar a abrandar a mensagem crítica do artista.

Zhao e seus pandas são famosos por oferecer comentários sociais e políticos sobre a vida moderna na China.

"Meu desfile de alta-costura vai apresentar um leque colorido de protagonistas de todos os estratos da sociedade chinesa", disse Zhao.

 
<p>Modelo vestida como enfermeira apresenta uma cria&ccedil;&atilde;o para o desfile de moda da Bandi-Panda na Semana de Moda da China, em Pequim. O artista chin&ecirc;s Zhao Bandi levou a consci&ecirc;ncia social &agrave; Semana de Moda da China, abrindo o evento com uma cole&ccedil;&atilde;o que d&aacute; destaque a problemas nacionais. Photo by Jason Lee</p>