Com pop-rock e crítica social, Springsteen inicia nova turnê

quarta-feira, 3 de outubro de 2007 11:05 BRT
 

Por Christian Wiessner

HARTFORD, Estados Unidos (Reuters) - Bruce Springsteen e a E Street Band abriram na terça-feira sua nova turnê pelos EUA, baseada no recém-lançado álbum "Magic", com canções que misturam um acelerado pop-rock com fortes críticas sociais.

O Centro Cívico de Hartford, em Connecticut, ficou lotado para o show, que começou com "Radio Nowhere", uma das faixas do disco lançado oficialmente na própria terça-feira.

Esse é o primeiro álbum de Springsteen e sua banda de apoio desde "The Rising", em 2002. Mas, em 2005 e 2006, ele havia lançado dois discos solo, "Devils and Dust" e "We Shall Overcome: The Seeger Sessions", este com canções folk e premiado com o Grammy em 2006.

Mas na noite de terça quem deu o tom foi o rock. Springsteen, 58 anos, e sua banda -- da qual alguns componentes o acompanham desde adolescentes -- apresentaram músicas como "Badlands", "Born to Run" e "The Promised Land".

Ao cantar "Living In the Future", Springsteen disse à platéia que os EUA são famosos não só pelo cheeseburguer, pelas batatas fritas e pelas motos, mas também por restrições a eleitores, escutas ilegais e violações à Constituição. "São todas coisas que estão acontecendo aqui e que não deveriam estar", afirmou.

Springsteen e a E Street Band tocam nos EUA até meados do mês que vem, e em 26 de novembro iniciam, em Madri, uma turnê européia. Ainda sem anúncio oficial, há previsão de outras quatro etapas da turnê, o que manteria o cantor e sua banda ocupados até quase o fim de 2008.

 
<p>O cantor Bruce Springsteen durante show, em Connecticut. Springsteen e a E Street Band abriram na ter&ccedil;a-feira sua nova turn&ecirc; pelos EUA, baseada no rec&eacute;m-lan&ccedil;ado &aacute;lbum 'Magic', com can&ccedil;&otilde;es que misturam um acelerado pop-rock com fortes cr&iacute;ticas sociais. Photo by Stringer</p>