Mecha de cabelo de Che é leiloada em Dallas

sexta-feira, 26 de outubro de 2007 10:48 BRST
 

Por Ed Stoddard

DALLAS (Reuters) - Uma mecha de cabelo de Ernesto "Che" Guevara e outros objetos relacionados a ele foram vendidos em leilão na quinta-feira, em Dallas, por 119.500 dólares.

A curiosa coleção pertencia a Gustavo Villoldo, 71, ex-agente da CIA que participou da caçada a Che Guevara na selva da Bolívia em 1967 e afirma ter cortado a mecha antes de enterrar o líder guerrilheiro e dois de seus companheiros.

Especulou-se na mídia que o presidente venezuelano Hugo Chávez, grande admirador de Che, pudesse interessar-se pelos objetos.

No final, porém, eles foram arrematados por Bill Butler, de Houston, que, segundo a casa de leilões Heritage Auction Galleries, vai expô-los em sua livraria.

Che Guevara foi capturado por soldados bolivianos, com o apoio da CIA, em 8 de outubro de 1967, quando tinha 39 anos, e fuzilado no dia seguinte numa escola. Restos mortais que se acredita serem dele foram desenterrados décadas depois e trasladados para Cuba.

Os cabelos foram arrematados por Butler juntamente com alguns outros objetos.

Um deles foi um álbum contendo o que a Heritage afirma serem fotos até agora inéditas do guerrilheiro morto. Uma delas mostra um grupo de soldados maltrapilhos brandindo fuzis e postados orgulhosamente em torno do corpo de Che, como caçadores fazendo pose em torno de uma presa abatida. Outros mostram o cadáver do guerrilheiro, com os olhos abertos.

 
<p>Mecha de cabelo de Che &eacute; leiloada em Dallas. Uma mecha de cabelo de Ernesto 'Che' Guevara e outros objetos relacionados a ele foram vendidos em leil&atilde;o na quinta-feira, em Dallas, por 119.500 d&oacute;lares. 25 de outubro. Photo by Jessica Rinaldi</p>