Morre aos 89 anos Joey Bishop, último sobrevivente do "Rat Pack"

quinta-feira, 18 de outubro de 2007 18:28 BRST
 

Por Steve Gorman

LOS ANGELES (Reuters) - O comediante Joey Bishop, último membro sobrevivente do grupo de artistas do entretenimento conhecido como "Rat Pack" que foi liderado por Frank Sinatra, morreu aos 89 anos, anunciou na quinta-feira seu amigo e agente publicitário de longa data, Warren Cowan.

Nascido Joseph Abraham Gottlieb em 3 de fevereiro de 1918 no Bronx, Bishop morreu na noite de quarta-feira de causas múltiplas em sua casa em Newport Beach, Califórnia, ao sul de Los Angeles, disse Cowan.

Autodescrito "camundongo" do Rat Pack, Bishop fez parte de um grupo de artistas de destaque no final dos anos 1950 e anos 1960, composto por Sinatra, Dean Martin, Sammy Davis Jr. e Peter Lawford.

Com a morte de Frank Sinatra em 1998, ele se tornara o último sobrevivente do grupo, cujos integrantes atuaram juntos em filmes como "Deus Sabe Quanto Amei", "Onze Homens e um Segredo" e "Os 3 Sargentos".

Bishop, que começou sua carreira como humorista burlesco, teve sua grande chance profissional em 1952, quando conheceu Sinatra. Os dois se juntaram para uma série de shows na famosa boate Copacabana, em Nova York, e continuaram amigos pelo resto da vida.

Descrito por Sinatra como "Cubo da Grande Roda" e "Presidente da Câmara", Bishop era um dos poucos que podia brincar com o "Presidente do Conselho" em público, chegando a fazer piadas sobre os supostos vínculos de Frank Sinatra com o crime organizado.

Em um diálogo célebre com o público do grupo, Bishop anunciou: "Agora Frank Sinatra vai falar sobre algumas das coisas boas feitas pela Máfia".

O humorista de diálogo ágil e expressão impávida também teve uma carreira própria e bem sucedida na televisão. Entre 1967 e 1969 ele apresentou o "The Joey Bishop Show", programa de entrevistas noturno da ABC que competia com o dominante "The Tonight Show", da NBC, com Johnny Carson.