Diretor de "Star Wars" diz que novo trabalho é sonho realizado

quinta-feira, 14 de agosto de 2008 16:23 BRT
 

Por Sarah Tippit

SAN DIEGO (Reuters) - O diretor Dave Filoni cresceu brincando de "Star Wars" no quintal de sua casa com uma grande coleção de bonecos dos filmes da série. Mas nunca imaginou que um dia ajudaria a criar o primeiro filme animado da franquia, "Star Wars: The Clone Wars".

O cineasta conta que, desde criança, sonhava com as aventuras espaciais de personagens como Luke Skywalker e Obi-Wan Kenobi e trabalhar no novo "Stars Wars" com o criador da série, George Lucas, era algo que ele jamais poderia ter imaginado.

Mas o novo filme representa uma mudança nas histórias que em seis filmes, começando com "Star Wars," de 1977, acumularam mais de 4,3 bilhões de dólares nas bilheterias mundiais. A expectativa é que "The Clone Wars" mantenha a franquia agora e no futuro, e Filoni, 34 anos, é o homem que vai comandar essa viagem espacial.

Para começar, "The Clone Wars" é uma animação computadorizada, de modo que não tem atores, e o filme tem por objetivo despertar o interesse por um seriado "Star Wars" que deve ser lançado nos canais a cabo TNT e Cartoon Network.

E, o que é mais importante para os fãs, a história não é uma repetição nem sequência de qualquer um dos filmes anteriores, que se encerraram em 2005 com "Star Wars: Episódio 3 -- A Vingança dos Sith".

"Faz parte da história que já conhecemos, mas até agora estava em segundo plano", disse Filoni.

"The Clone Wars" relata o que aconteceu entre "Star Wars: Episódio 2 -- O Ataque dos Clones", de 2002, e "Episódio 3 -- A Vingança dos Sith".

NOVAS HISTÓRIAS   Continuação...