HarperCollins se apressa para publicar livro de Benazir Bhutto

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008 12:19 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A editora HarperCollins anunciou na segunda-feira que vai acelerar a publicação de um livro entregue a ela pela ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto dias antes de seu assassinato, ocorrido em 27 de dezembro.

A editora, que faz parte da News Corporation, disse que, "com o pleno apoio da família e dos assessores" de Bhutto, vai adiantar para 12 de fevereiro o lançamento de "Reconciliation: Islam, Democracy, and the West".

De acordo com artigo publicado no New York Post, a HarperCollins tinha pagado a Bhutto, duas vezes primeira-ministra e líder da oposição paquistanesa, um adiantamento estimado em 75 mil dólares pouco antes de ela retornar ao Paquistão, em outubro, após anos de exílio.

Ainda segundo o Post, Mark Siegel trabalhou com Bhutto com redator colaborador.

Em comunicado divulgado em Nova York, a HarperCollins descreveu "Reconciliation" como "uma visão ousada e intransigente de esperança para o futuro, não apenas do Paquistão mas do mundo islâmico".

"Bhutto apresenta um argumento poderoso em favor da reconciliação do islã com os princípios democráticos, diante da oposição de extremistas islâmicos e céticos ocidentais." O governo paquistanês atribuiu à Al Qaeda o ataque a bomba e arma de fogo contra Benazir Bhutto em Rawalpindi, cidade que abriga um destacamento militar, mas membros de seu partido, o Partido do Povo do Paquistão, vêm expressando suspeitas profundas quanto às motivações e identidades dos assassinos.

O livro vai incluir um breve posfácio assinado pelo marido e os filhos de Bhutto.

"Ninguém poderia ter sabido que essas seriam as palavras finais de Benazir Bhutto, e, de certo modo, isso faz com que elas tenham peso ainda maior, especialmente em um momento como este," disse Tim Duggan, o editor da HarperCollins que comprou os direitos ao livro.

"Este livro é o legado dela."

 
<p>Simpatizantes de Benazir Bhutto no local do assassinato da ex-l&iacute;der da oposi&ccedil;&atilde;o paquistanesa, em imagem de arquivo. A editora HarperCollins anunciou na segunda-feira que vai acelerar a publica&ccedil;&atilde;o de um livro entregue a ela pela ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto dias antes de seu assassinato, ocorrido em 27 de dezembro. Photo by Goran Tomasevic</p>