Armani mostra coleção de inspiração étnica em Milão

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008 18:12 BRT
 

Por Jo Winterbottom

MILÃO (Reuters) - Giorgio Armani se inspirou em ciganos e no Japão para criar sua coleção de moda feminina inverno 2008-09, que expôs em Milão na segunda-feira, envolvendo muitas das modelos em xales de veludo ou renda e apostando nas sedas com estampas florais para a noite.

O estilista deu vazão a sua paixão pelo veludo, que usou em tons de preto e chocolate em saias curtas e volumosas ou calças baggy de cintura alta.

Um veludo cinza claro formava destaques num paletó-capa usado com vestido curto de lã cinza, e um casaco de pele cinza macia acompanhava sapatos e bolsa com brilho de arco-íris.

Conhecido por sua paleta clássica em tons de preto e cinza, Armani desta vez brincou com as cores, deixando um forro azul-céu aparecer sob uma capa de falsa pele cor chocolate ou usando uma faixa de bordado multicolorido para realçar as costas de um casaco preto de alfaiataria.

"Tenho respeito e amor pelos povos étnicos", disse o estilista a jornalistas após o desfile. "Eu sempre disse que essas mulheres são muito lindas."

Seus vestidos de noite desciam até o tornozelo, e uma série de veludo preto trazia bainhas de renda ou camadas e plumas para criar um clima sombrio.

Mas Armani mudou de registro com seus belíssimos vestidos de seda preta pontilhada de pink e roxo, ou em estampas japonesas azuis-turquesa, mais uma vez envoltas em écharpes de veludo ou renda.

No desfile da D&G, a grife menos formal da dupla de estilistas Stefano Gabbana e Domenico Dolce, as cores estavam presentes em tecidos xadrez, alguns de xadrez escocês.   Continuação...

 
<p>Giorgio Armani se inspirou em ciganos e no Jap&atilde;o para criar sua cole&ccedil;&atilde;o de moda feminina inverno 2008-09, que exp&ocirc;s em Mil&atilde;o na segunda-feira, envolvendo muitas das modelos em xales de veludo ou renda. Foto de Armani em Mil&atilde;o, 17 de fevereiro. Photo by Max Rossi</p>