Magnata do rap, Sean Combs está de olho também em Hollywood

terça-feira, 27 de maio de 2008 16:04 BRT
 

Por Cindy Martin

CANNES (Reuters) - O rapper Sean "Diddy" Combs pode ter feito seu nome na música, mas não ficará satisfeito enquanto não tiver feito sucesso no cinema também.

O músico e empreendedor premiado com o Grammy esteve no Festival de Cinema de Cannes, que terminou no domingo, percorrendo o circuito do tapete vermelho e das festas-- para ele, um treino perfeito para uma futura carreira no cinema.

"Estou aqui como futuro astro do cinema em treinamento", disse Combs à Reuters durante o festival.

"Isto daqui é como um campo de treinamento para futuros superastros do cinema. Fiz meus treinos com o tapete vermelho, com as pré-estréias, com os paparazzi."

"Estudei os grandes do cinema. Eu os observei quando percorreram o tapete vermelho e deram entrevistas -- sabe, pessoas como Brad Pitt, Angelina Jolie, Clint Eastwood, Gwyneth Paltrow."

Os quatro artistas citados estiveram em Cannes. "A Troca", de Eastwood, participou da competição principal e trouxe Jolie no papel de uma mulher dos anos 1920 cujo filho desaparece. Paltrow contracenou com Joaquin Phoenix em outro filme da competição, "Two Lovers".

Sean Combs não é inteiramente novato no cinema e teatro.

Ele atuou no filme "Made", contracenou com Halle Berry em "A Última Ceia" e fez o personagem Walter Lee na produção de "A Raisin in the Sun" na Broadway.

Em 2006, ele declarou que gostaria de fazer um teste para o papel do primeiro James Bond negro, se esse papel surgisse algum dia, e recentemente ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, o que descreveu como "honra incrível".

Em Cannes, Combs também estava promovendo seu novo perfume, parte de um império de negócios que inclui uma grife de roupas e, mais recentemente, uma marca de vodca.