Britney Spears compôs menos em novo álbum, o 1o após 4 anos

sexta-feira, 12 de outubro de 2007 19:09 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Evidentemente preocupada com outras questões, Britney Spears compôs em parceria apenas duas das doze canções de seu próximo álbum, de acordo com a lista das faixas divulgada na sexta-feira por sua gravadora.

"Blackout", seu primeiro disco em mais de quatro anos, será lançado nos Estados Unidos em 30 de outubro pela Jive Records, e um dia antes no mercado internacional. A data de lançamento foi adiantada em duas semanas, uma vez que algumas faixas já vazaram para Internet.

Ao contrário de outras cantoras pop do gênero, que geralmente deixam a composição para outros profissionais, Spears chegou a compor em parceria sete das canções de "In the Zone" (2003) e cinco de "Britney" (2001).

Para o projeto atual, Spears chamou 23 compositores. Ela recebeu créditos em "Freakshow" e "Ooh Ooh Baby". A primeira marca a volta de sua parceria com os suecos Christian Karlsson e Pontus Winnberg, co-autores e produtores de "Toxic", a canção ganhadora do Grammy do álbum anterior da cantora.

Karlsson e Winnberg, conhecidos profissionalmente como Bloodshy & Avant, também são parceiros e produtores das novas faixas "Piece of Me", "Radar" e "Toy Soldier".

"Ooh Ooh Baby" foi composta em parceria com a prolífica compositora Kara DioGuardi, veterana de "In the Zone" e produtora da nova faixa "Heaven and Earth".

Outros colaboradores importantes incluem Nate "Danjahandz" Hills, no primeiro single do álbum, "Gimme More", em "Get Naked (I Got a Plan)", "Hot As Ice" e "Perfect Lover".

Enquanto "In the Zone" contou com a participação de astros como Madonna, Moby e R. Kelly, os colaboradores mais famosos deste disco são o cantor de rhythm and blues T-Pain ("Hot as Ice") e Pharrell Williams ("Why Should I Be Sad").

O selo Jive Records é uma unidade da Sony BMG Music Entertainment, joint-venture da Sony Corp. e da Bertelsmann AG.