Vencedores do Globo de Ouro também perdem com a falta da festa

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 10:34 BRST
 

Por Dean Goodman

LOS ANGELES (Reuters) - Se um filme ganha um Globo de Ouro, mas não há cerimônia, será que o prêmio ainda vale alguma coisa?

É esse o problema enfrentado pelos estúdios de Hollywood responsáveis por filmes como "Desejo e Reparação" e "Sweeney Todd -- O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet", que perderam seus momentos de glória no domingo para a greve dos roteiristas de Hollywood.

Os organizadores dos Globos de Ouro foram obrigados a cancelar a cerimônia, depois de o sindicato dos atores ter anunciado que boicotaria o evento, em sinal de deferência aos roteiristas em greve.

No lugar, foi realizado uma coletiva de imprensa de 30 minutos em que os vencedores foram anunciados por um elenco de jornalistas de programas de fofocas de TV.

"Isso certamente tirou a visibilidade de nós e de todo o mundo, o que é lamentável", disse Jack Foley, presidente de distribuição da Focus Features, que lançou "Desejo e Reparação", vencedor na categoria melhor drama.

"O Globo de Ouro normalmente é um comercial imenso."

No ano passado, 20 milhões de espectadores acompanharam a transmissão ao vivo, e vencedores como "A Rainha" e "Babel" aproveitaram seus Globos de Ouro para serem exibidos em circuito nacional no fim de semana seguinte.

"Desejo e Reparação", que teve sete indicações ao prêmio, mais que qualquer outro filme, arrecadou apenas modestos 25 milhões de dólares depois de seis semanas em cartaz e está em exibição em 950 cinemas. Em contraste, "Antes de Partir", o atual campeão das bilheterias, está sendo exibido em 2.911 salas.   Continuação...