September 20, 2008 / 7:15 PM / 9 years ago

Desfiles em Milão destacam sapatos, chapéus e cachecóis

4 Min, DE LEITURA

Por Jo Winterbottom

MILÃO (Reuters) - Os estilistas Rocco Barocco e Roberta Scarpa concentraram sua atenção nos acessórios no início da semana de moda feminina de Milão, e o executivo-chefe da Gianfranco Ferre disse que a marca está desenvolvendo esta área.

Conforme a crise financeira ameaça conter os gastos com itens de luxo, os estilistas se conscientizam cada vez mais de que jóias, chapéus e sapatos dão uma maneira de adquirir algo de sua marca favorita aos consumidores sem recursos para comprar um vestido digno de tapete vermelho.

"Acho que sapatos e jóias estão na dianteira", disse o presidente de Ferre, Michela Piva, ao jornal Il Sole 24 Ore. "Basta pensar que mil euros não são suficientes para comprar uma bela bolsa de grife, mas se pode adquirir até mesmo sapatos de luxo por 350-400 euros."

Os dois estilistas, entre os primeiros a apresentar coleções na semana de moda feminina de Milão, que vai de 20 a 27 de setembro, optaram por jóias grandes, negras e brilhantes.

Barocco usou um colar negro pesado parecido a um colarinho bordado em uma túnica, enquanto os brincos de Scarpa lembravam as gotas de um candelabro fúnebre veneziano.

Os chapéus de Barocco eram de palha negra com abas largas e combinavam com sua coleção inspirada em Havana, com lenços de cabeça em estilo hippie com estampas em seda roxa e lilás.

OS LAÇOS DE BAROCCO

Barocco vestiu suas modelos com babados e laços, com vestidos preto e creme que pareciam tão naturais como um toque de chiffon embrulhado e amarrado em um laço.

Blusas transparentes foram usadas com saias minúsculas bordadas com buquês de crisântemos, um motivo usado tanto para tons neutros quanto em púrpuras e carmesins poderosos para roupas de noite.

A moda praia --já que estas coleções são destinadas à primavera e ao verão 2009-- trazia dobras ao invés dos modelos esticados sobre o corpo, no estilo tanga. Estampas de leopardo e tigre graciosamente sutis foram usadas para os vestidos e para capas de chiffon ou de seda suave.

A Scarpa, que tem sede na cidade de Veneza, tirou inspiração dos tecidos que são sua marca registrada e usou estampas de damasco e marca d'água ao lado da renda de inspiração tradicional.

Desenhos de café com creme giravam sobre seda como em uma tempestade na água, enquanto calças com estampas em damasco eram encimadas por blusas de chiffon diáfano ou túnicas de renda bordada.

Os colarinhos foram abertos até o umbigo, enquanto as barras ora iam até o chão ora subiam até a coxa.

A Scarpa exibiu azul anil e vermelho-tomate nos cintos e sapatos e também em vestidos largos de corpo inteiro para a noite no final deslumbrante.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below