Harry Potter, Beatles e Tony Blair doam óculos para exposição

terça-feira, 15 de janeiro de 2008 11:04 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O ator Daniel Radcliffe, conhecido principalmente como o mago teen Harry Potter, que usa óculos, doou o primeiro óculos que usou na vida a uma exposição de arte montada para lembrar na Inglaterra o Dia Memorial do Holocausto.

O ator britânico de 18 anos, cuja mãe é judia, uniu-se ao ex-Beatle Ringo Starr, à viúva de John Lennon, Yoko Ono, ao ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair e ao apresentador de TV americano Jerry Springer, doando seus óculos para a exposição que será montada ainda neste mês em Liverpool, no noroeste da Inglaterra.

A instalação de arte terá milhares de óculos jogados juntos. O diretor artístico está mantendo sigilo quanto à produção final, mas especula-se que os óculos possam ser moldados no formato de uma trilha ferroviária, para lembrar às pessoas dos horrores do transporte ferroviário de judeus na Europa para os campos de concentração nazistas.

"Ela é inspirada nas imagens de pilhas enormes de óculos encontradas nos campos de concentração, mas não é uma réplica delas. O diretor artístico as vai moldar em algo completamente diferente," disse Peter Elliot, porta-voz do Dia Memorial do Holocausto.

A mostra vai ficar aberta por uma semana, a partir de 21 de janeiro, antes da cerimônia em memória do Holocausto que terá lugar em Liverpool no dia 27. A cidade é a anfitriã britânica oficial do Dia Memorial do Holocausto, comemorado no aniversário da libertação de Auschwitz.

Por coincidência, o ator de Liverpool Jason Isaacs, que representa o malévolo Lucius Malfoy nos filmes de Harry Potter, vai ajudar a comandar a cerimônia religiosa ecumênica.

Os organizadores estão recolhendo 110 mil óculos doados desde todas as partes do mundo. A instalação será cercada por espelhos, multiplicando o número de óculos para chegar a 330 mil -- o número de judeus que viviam na Grã-Bretanha na época do Holocausto.

Os óculos ovais de aro preto que Daniel Radcliffe usava quando tinha 6 anos serão leiloados para fins beneficentes, assim como os de outras pessoas famosas.

Todos os outros vão ganhar vida nova no mundo em desenvolvimento, depois de serem distribuídos através da organização beneficente Vision Aid Overseas (Auxílio à Visão no Exterior).