Madonna fará "tudo o que puder" por seu casamento, diz irmão

segunda-feira, 14 de julho de 2008 16:07 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O irmão de Madonna, Christopher Ciccone, diz que a cantora fará de tudo para conservar seu casamento com o diretor Guy Ritchie e afirmou duvidar que ela tenha tido um caso com o jogador de beisebol Alex Rodriguez, dos Yankees.

Madonna e Ritchie vêm sendo perturbados por persistentes rumores nos tablóides de que seu casamento estaria prestes a terminar. A cantora chegou a divulgar comunicado dizendo que não pretende divorciar-se e negando que esteja tendo um caso com Rodriguez.

Ciccone, que afirmou ter tido pouco contato com sua irmã desde que ela se casou com Ritchie, em dezembro de 2000, escreveu um livro de memórias intitulado "Life with my sister Madonna", que será lançado na terça-feira pela Simon Spotlight Entertainment.

"Acredito que ela fará o que for melhor para sua família e seus filhos, e acredito que fará o melhor para conservar o casamento", disse Ciccone no programa "Good Morning America", da ABC, na segunda-feira. "Ela não é o tipo de pessoa que abandona o barco."

Rumores de que Madonna e Ritchie estariam prestes a se separar vêm circulando há meses, alimentados mais recentemente por relatos de que a cantora teria contratado Fiona Shackleton, advogada que representou Paul McCartney em seu divórcio recente de Heather Mills.

Em seguida, depois de relatos de que Alex Rodriguez teria passado tempo com Madonna, a mulher do jogador pediu o divórcio.

"Duvido que seja um caso extraconjugal", disse Ciccone. "Tenho certeza de que ela não teve nada a ver com o fim do casamento deles."

Madonna, 49 anos, e Ritchie, 39, se casaram em dezembro de 2000 no castelo de Skibo, na Escócia. Eles se conheceram numa festa dada pelo ex-vocalista do Police, Sting, e a mulher deste, Trudie Styler.

O filho de Madonna e Ritchie, Rocco, já tinha vários meses de idade quando eles se casaram, e em 2006 Madonna deu entrada num pedido de adoção de David Banda, um menino do Malauí cuja mãe morrera pouco após o parto. A adoção foi aprovada por um tribunal do Malauí em maio.   Continuação...