Bilionário russo compra residência mais cara do mundo

segunda-feira, 18 de agosto de 2008 17:07 BRT
 

PARIS (Reuters) - O bilionário russo Mikhail Prokhorov fez manchetes na França por adquirir uma casa descrita pela mídia francesa como a residência mais cara do mundo.

Os jornais publicaram na segunda-feira que Prokhorov, 43 anos, pagou 496 milhões de euros (cerca de 1,2 bilhão de reais) por um imóvel no sul da França chamado Villa Leopolda, construído em 1902 para o rei Leopoldo 2o da Bélgica.

Segundo a mídia, a casa pertencia à brasileira Lily Safra, viúva do banqueiro Edmond Safra.

A venda coloca o imóvel de nove hectares no topo da lista feita pela revista Forbes das residências mais caras do mundo, à frente de uma casa na Califórnia que já foi do magnata William Randolph Hearst e de um castelo na Romênia onde Vlad, o Empalador, ficou encarcerado.

Prokhorov fez sua fortuna, estimada em 22 bilhões de dólares, na Rússia nos anos 1990, uma época em que empresários compraram indústrias russas a uma fração de seu valor real.

Solteiro, o magnata da mineração pretende lançar uma revista chamada Snob para celebrar os ricos que fizeram fortuna com seus próprios esforços.

Ele atraiu a atenção da mídia no ano passado quando a polícia francesa invadiu uma festa luxuosa que ele estava promovendo na estação de esqui de Courchevel.

Prokhorov foi detido por pouco tempo dentro de uma investigação sobre prostituição no resort, antes de ser libertado sem ser acusado.