Revista Rolling Stone anuncia reforma gráfica para vender mais

terça-feira, 12 de agosto de 2008 12:36 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A revista Rolling Stone anunciou na segunda-feira uma reforma gráfica que incluirá a adoção de um formato menor e mais convencional, na esperança de assim aumentar as vendas em bancas.

Há mais de 30 anos essa publicação pop dos EUA se caracteriza por seu formato maior que o habitual. A mudança começará na edição que chega às bancas em 17 de outubro.

"Sinto que era um passo natural", disse o editor-gerente Will Dana. "É sempre excitante chacoalhar um pouco as coisas, crescer e fazer as coisas de um jeito diferente."

A editora Wenner, que publica a Rolling Stone, disse que a circulação da revista, 1,5 milhão de exemplares/mês, nunca foi tão boa, embora dependa dos assinantes -- no primeiro semestre, foram 115.644 exemplares vendidos nas bancas, contra 142.062 no último semestre de 2007.

Dana disse que as revistas como um todo têm dificuldades nas bancas. "Esse declínio espelha bastante onde estamos com relação aos nossos competidores."

A editora espera que o novo formato ajude as vendas porque há sinais de que o tamanho atual dificulta a exibição da revista nas bancas.

A Rolling Stone surgiu em 1967 em San Francisco, e se dedica principalmente a cobrir música e cultura pop. Artistas do mundo inteiro sonham em ser capa da publicação, algo que já virou inclusive tema de uma canção -- "The Cover of The Rolling Stone" ("A capa da Rolling Stone"), da banda Dr. Hook & the Medicine Show.

(Por Alex Dobuzinskis)