Colar de pérolas de Maria Antonieta não encontra comprador

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007 15:57 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Um conjunto de pérolas que pertenceu a Maria Antonieta e foi levado à Inglaterra por uma amiga da rainha para ficar em segurança não teve comprador num leilão realizado na quarta-feira.

As pérolas hoje fazem parte de um colar de diamantes, rubis e pérolas. A malfadada rainha francesa entregou um saquinho de pérolas e diamantes a lady Sutherland, a esposa do embaixador britânico, antes de esta fugir da França revolucionária em 1792, um ano antes da morte do monarca.

Legendária pela extravagância, Maria Antonieta não sabia o que o destino reservava para ela e, segundo representantes da casa de leilões Christie's, provavelmente imaginou que teria seu tesouro de volta algum dia.

A Christie's disse que lady Sutherland enviou roupas pessoais e de cama à rainha enquanto Maria Antonieta estava na prisão.

"Consta que esse foi o último gesto de gentileza feito à rainha condenada", disse o leiloeiro em comunicado.

Maria Antonieta foi executada na guilhotina em outubro de 1793.

Os diamantes foram então usados para fazer um colar, sendo as pérolas incluídas neste mais tarde, em 1849, na ocasião do casamento do neto de lady Sutherland.

A Christie's não especificou qual descendente de lady Sutherland havia posto em leilão o colar, que se previa fosse arrematado por entre 350 mil e 400 mil libras (715 mil dólares).

O fato de o colar não ser comprado criou um anticlímax no leilão de Jóias Magníficas em Londres, onde o artigo de maior valor, um diamante em formato de pêra pesando mais de 17 quilates e montado num medalhão, foi arrematado por 1 milhão de libras (2,05 milhões de dólares), incluindo o prêmio do comprador.

O leilão rendeu ao todo 9,3 milhões de libras (19,1 milhões de dólares).