Phil Collins anuncia aposentadoria, dos palcos e dos estúdios

sexta-feira, 23 de maio de 2008 14:26 BRT
 

Por Daniel Magnowski

LONDRES (Reuters) - Como artista solo e como membro do grupo Genesis, ele vendeu milhões de discos no mundo todo, mas o roqueiro britânico Phil Collins diz ter embarcado no jatinho particular da banda pela última vez.

Depois de uma turnê pela Europa em 2007 na qual tocou sucessos do grupo, incluindo "Turn It On Again", "Land of Confusion" e "Invisible Touch", diante de platéias pela primeira vez em 15 anos, Collins parece ter se cansado da vida nas estradas.

"Não vou mais realizar turnês", afirmou ele à Reuters nesta semana.

Independente do quão luxuosas sejam as viagens ou as acomodações, o músico diz que isso não compensa o sacrifício de ficar longe da família durante longos períodos de tempo.

"Não podemos reclamar, na verdade. Tivemos hotéis de primeira classe e tínhamos nosso próprio jatinho. Mas costumávamos ficar viajando durante três meses. Então, a gente saía de viagem e, na terceira ou quarta semana, dava-se conta de que ainda faltavam dois meses para aquilo acabar."

Cantor, compositor e baterista, Collins, que também atuou ao lado de Julie Walters no filme de gângster "Buster", está se afastando não apenas das turnês, mas também da realização de novas músicas, apesar de sentir-se pesaroso por deixar de lado os estúdios de gravação em caráter definitivo.

"Estou um pouco desencanado das novas composições", disse. "Eu estou montando um trenzinho para os meus filhos. Mas a palavra 'aposentadoria' significa não fazer nada, viver o tempo todo de chinelo."

(Reportagem de Daniel Magnowski)