16 de Julho de 2008 / às 12:37 / em 9 anos

Fotos exclusivas dos gêmeos de "Brangelina" têm valor recorde

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Mesmo os mais veteranos observadores de celebridades ficaram espantados com a notícia de que 11 milhões de dólares serão pagos pelos direitos exclusivos às primeiras fotos dos gêmeos recém-nascidos de Angelina Jolie e Brad Pitt.

Apesar de “Brangelina”, como o casal de Hollywood é apelidado, estar entre os mais famosos do mundo, especialistas disseram que seria quase impossível recuperar o dinheiro com um aumento em vendas e anúncios.

Mas vencer uma guerra de ofertas aumenta o prestígio de uma revista, acrescentaram os observadores, e derruba as rivais no mundo fortemente competitivo da mídia voltada a celebridades.

“Esse seria um recorde mundial. É um valor inacreditável para se pagar”, disse Darryn Lyons, diretor da agência fotográfica de celebridades Big Pictures, sediada em Londres.

Abe Peck, que durante anos presidiu o programa de revistas da escola de jornalismo americana Medill, descreveu o acordo relatado pela mídia como “beirando o impensável”.

Os custos podem ser contrabalançados pela venda de direitos secundários fora do mercado americano, por exemplo, e a propriedade das imagens permite que sejam publicados artigos secundários citando “amigos” e “fontes.”

“Mas, se o preço mencionado for exato, ele provavelmente causará prejuízos à revista que o pagar”, disse Peck.

“Entretanto, grandes revistas de celebridades podem se dispor a perder dinheiro para estabelecer ou manter sua primazia entre as celebridades de primeira ordem.”

Lyons disse que, em vez de reduzir o entusiasmo dos paparazzi na França que buscam imagens não autorizadas do casal e seus bebês, o contrato de exclusividade pode até aumentá-lo.

“Se as fotos oficiais valem 15 milhões de dólares, por exemplo, eu diria que os paparazzi poderiam faturar 5 ou 10 milhões no mercado aberto. Sei que há equipes de fotógrafos trabalhando na França no momento e que outras estão chegando.”

O jornal Nice-Matin, da cidade de Nice, no sul da França, onde Angelina Jolie teve seus bebês no sábado, foi um dos primeiros a divulgar a notícia do nascimento e informou que uma publicação americana não identificada teria pago 11 milhões de dólares pelos direitos sobre as fotos.

O jornal também disse que o dinheiro será doado a organizações de caridade.

De acordo com o New York Times, o maior aumento de vendas de uma revista decorrente da divulgação de fotos exclusivas provavelmente se deu com a primeira filha biológica de Jolie e Pitt, Shiloh, que ajudou a revista People a vender 800 mil cópias extras.

Mas isso não teria sido suficientemente para compensar os 4,1 milhões de dólares que a revista teria pago pelas fotos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below