May 19, 2008 / 3:32 PM / 9 years ago

Harrison Ford diz que vai ignorar as críticas de "Indiana Jones"

4 Min, DE LEITURA

CANNES, France (Reuters) - Sejam elas positivas ou negativas, o ator Harrison Ford diz que não vai ler as resenhas do novo "Indiana Jones", que dividiu a crítica altamente seletiva do Festival de Cinema de Cannes.

"Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal" fez sua estréia mundial no festival anual no domingo, e as reações iniciais foram positivas.

Mas hoje, depois de um pouco mais tempo para refletir sobre um blockbuster que custou estimados 185 milhões de dólares para ser feito, as resenhas já estão mais divididas.

"Imagino que seria interessante, mas não costumo ler resenhas", disse Ford à Reuters em entrevista para promover o filme.

"Não quero acreditar nas reações negativas, nem nas positivas. Isso não tem importância", disse o ator, que aos 65 anos retomou o papel do arqueólogo Indiana Jones, provavelmente o mais famoso de sua carreira.

Em "Caveira de Cristal" ele volta a contracenar com Karen Allen, estrela do primeiro "Indiana Jones", de 1981.

Os dois enfrentam uma malévola agente da KGB, representada pela australiana Cate Blanchett, numa aventura emocionante que termina com um dramático encontro com extraterrestres.

As resenhas que apareceram na Internet minutos após o final da sessão em que o filme foi mostrado à imprensa foram em sua maioria positivas.

Desde então, porém, vários críticos questionaram até que ponto foi acertado trazer de volta uma franquia de sucesso que chegara às telas pela última vez há 19 anos.

Cannes, que é uma grande vitrine do cinema independente mas também se alimenta do "star power" de Hollywood, tem reputação temível entre atores e diretores.

"Se não gostarem de seu filmes, eles poderão e irão lhe dar um chute no traseiro aqui, de modo que acho que a recepção que tivemos foi muito boa," disse Harrison Ford, falando da pré-estréia mundial do filme.

Para ele, porém, o mais importante não são os críticos -- é o público.

"São as pessoas que pagam para ver o filme. É se elas se sentem satisfeitas com os dólares que gastaram", disse ele.

Mesmo os críticos que não adoraram a mais recente aventura de Indiana Jones reconheceram que sua opinião provavelmente fará pouca diferença para a bilheteria do filme, que eles previram que será grande.

O estúdio Paramount teria preferido ouvir elogios mais unânimes a um dos maiores filmes do ano, mas é provável que também esteja aliviado pelo fato de "Indiana Jones" ter escapado das críticas ferozes dadas a outro blockbuster recente em Cannes.

"O Código Da Vinci" foi recebido com repúdio universal em 2006, e, embora tenha acabado por render estimados 760 milhões de dólares em todo o mundo, sua estréia em Cannes gerou insegurança.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below