Sucesso de "Cavaleiro das Trevas" surpreende diretor do filme

terça-feira, 29 de julho de 2008 11:16 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - Christopher Nolan, diretor de "Batman -- O Cavaleiro das Trevas", disse nesta terça-feira que até ele está surpreso com o sucesso de bilheteria de seu filme, que vem quebrando recordes nos cinemas norte-americanos.

Batman enterrou seus rivais nas bilheterias dos EUA pelo segundo fim de semana consecutivo no domingo, passando da marca dos 300 milhões de dólares no tempo recorde de 10 dias, disse a distribuidora do filme, Warner Bros. Pictures.

"Quando você faz um filme desta escala, certamente espera chegar a um grande número de pessoas. Mas acho que todos nós fomos pegos de surpresa pela escala do sucesso do filme, especialmente na América", disse Nolan a jornalistas em Tóquio.

"Eu não saberia explicar exatamente a razão disso. Se eu soubesse, todos os meus filmes teriam feito sucesso", acrescentou o diretor, no evento de divulgação de "Cavaleiro das Trevas" no Japão, onde o longa estréia no dia 9 de agosto.

Uma semana depois de sua estréia recorde de 158 milhões de dólares, o novo filme de Batman acrescentou mais um título a sua lista de superlativos: o de melhor segundo fim de semana em cartaz, deixando para trás os 72 milhões de dólares vendidos por "Shrek 2" em 2004 em seu segundo fim de semana, que foi reforçado por um feriado.

Apenas seis dias depois de lançado na América do Norte, "Cavaleiro das Trevas" já tinha faturado mais nos EUA e Canadá do que a bilheteria total do filme do qual é sequência, "Batman Begins."

O britânico Christopher Nolan também dirigiu "Batman Begins", de 2005.

Produzido com 180 milhões de dólares, "O Cavaleiro das Trevas" é estrelado por Christian Bale no papel de Batman e Heath Ledger como o Coringa. Consta que muitas pessoas estão indo assistir ao filme pela segunda vez.

(Reportagem de Chika Osaka)

 
<p>O Cavaleiro das Trevas'. Nolan disse nesta ter&ccedil;a-feira que at&eacute; ele est&aacute; surpreso com o sucesso de bilheteria de seu filme, que vem quebrando recordes nos cinemas norte-americanos. Photo by Mario Anzuoni</p>