Biografia de garota que cresceu com gangues é falsa, diz editora

quarta-feira, 5 de março de 2008 18:08 BRT
 

Por Emily Chasan

NOVA YORK (Reuters) - A história de "Love and Consequences", uma autobiografia aclamada pela crítica sobre a infância de uma garota em um bairro de Los Angeles dominado por gangues, é inventada, disse a editora do livro, informando que irá retirar as 19 mil cópias do livro já distribuídas.

A autora do livro, Margaret B. Jones, é na realidade Margaret Seltzer, que é branca, passou sua infância em Sherman Oaks, no sul da Califórnia, e estudou em um colégio particular anglicano, informou na terça-feira o The New York Times.

Em entrevista que concedeu ao jornal pelo telefone, entre lágrimas, Seltzer admitiu que nunca foi "aviãozinho" de gangue e nunca viveu com uma família adotiva, como alegou no livro.

O selo Riverhead Books, do grupo Penguin, que publicou o livro, vai devolver através das livrarias o dinheiro das pessoas que compraram o livro e se sentiram lesadas, disse Margaret Ducksworth, porta-voz da editora.

O incidente é o mais recente a desacreditar o setor editorial.

Dois anos atrás, o escritor James Frey confessou ter inventado partes chaves de seu "Um Milhão de Pedacinhos", o livro de não ficção mais vendido nos EUA em 2005, em que ele relatava seus problemas com drogas e álcool.

"O ramo dos livros é tão difícil e desafiador que às vezes as pessoas se dispõem a fazer qualquer coisa para fazer parte dele", disse Lee Gutkind, autor de "Keep It Real: Everything You Need to Know About Researching and Writing Creative Nonfiction".

De acordo com o New York Times, Seltzer, 33 anos, tampouco se formou pela Universidade do Oregon, como afirmou.

Em comunicado à imprensa, a Riverhead disse que Seltzer "forneceu muitas provas para fundamentar seu relato", incluindo fotos, cartas, cartas de apoio de um ex-professor universitário e de pessoas que afirmaram ser seus irmãos adotivos.

Ducksworth contou que a irmã verídica de Seltzer telefonou à editora para expressar reservas, e que, depois disso, a verdade veio à tona. A Riverhead vai cancelar a turnê prevista de Seltzer para promover o livro.