Moda masculina da Ferré traz look novo com qualidade antiga

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 16:13 BRST
 

Por Jo Winterbottom

MILÃO (Reuters) - O estilista Lars Nilsson, contratado pela Gianfranco Ferré após a morte do fundador da grife, no ano passado, rompeu com a tradição e optou por uma apresentação diferente, no lugar de um desfile, para mostrar sua primeira coleção.

"Achei que essa seria a melhor maneira de apresentar minha nova visão para a Gianfranco Ferré", disse Nilsson à Reuters na apresentação de moda masculina para o inverno 2009, no domingo.

Conhecido por sua alfaiataria perfeita e camisas brancas para homens e mulheres, Ferré morreu em junho do ano passado, após sofrer hemorragia cerebral. Nilsson prometeu um desfile para exibir sua primeira coleção feminina, em fevereiro.

O estilista sueco conservou a tradição da alfaiataria nos paletós e casacos longos slim mostrados na apresentação, em que modelos vivos se misturaram a manequins em um cenário disposto como quatro ambientes.

Nilsson disse que a alfaiataria "é algo do qual gosto muito e com que me sinto muito à vontade. Fico feliz por poder fazer esse tipo de trabalho".

Ele conservou as camisas brancas que eram a marca registrada de Ferré apenas nas roupas formais de noite; com essa exceção, optou por tons de bege, cinza e azul.

"Talvez eu esteja rompendo com a silhueta, optando por um casaco mais justo e calças mais largas", disse Nilsson. "Tem muito a ver com proteger do frio... com a maciez, mas de maneira muito masculina."

ARMANI   Continuação...