Valentino despede-se do prêt-à-porter

quarta-feira, 3 de outubro de 2007 15:52 BRT
 

Por Anna Willard

PARIS (Reuters) - O italiano Valentino, conhecido como "estilista das estrelas", exibiu na quarta-feira vestidos próprios para qualquer jovem estrela em ascensão, em seu último desfile de prêt-à-porter antes de aposentar-se, depois de 45 anos na ativa.

Modelos com vestidos de coquetel ou longos no vermelho que é a marca registrada de Valentino, ou então criações com bolinhas e babados, percorreram uma passarela espelhada antes de descrever uma voltinha na frente das câmeras.

O desfile foi acompanhado por música de festa. Ao final dele, as modelos dançaram e os convidados ficaram de pé para a ovação obrigatória.

Um dos reis incontestes da moda, Valentino vai se aposentar em janeiro, após um último desfile de alta-costura, e entregará as rédeas à estilista relativamente desconhecida Alessandra Facchinetti.

"Este é meu penúltimo desfile. Quero fazer o melhor que posso -- e por que não?", disse o estilista de 75 anos na quarta-feira.

"Estou cheio de alegria e um pouco emocionado, é claro, e me sinto muito forte, porque, como eu lhe disse ... estou deixando a sala, mas a sala continua cheia."

Sua saída se segue à venda de seu grupo, o Valentino Fashion Group, à firma européia de capital privado Permira, que, segundo fontes bem informadas do mundo da moda, queria uma estilista mais jovem e inovadora para ajudá-lo a se expandir para novos mercados.

Anna Piaggi, da Vogue italiana, achou que já é tempo de mudanças, dizendo que Valentino perdeu a mão.

"É cansativo", disse ela após o desfile. "Não é bom, não é moderno. Por que ficamos constantemente dizendo que é belo? Por que?"