Livro de memórias de Sean Connery revela pouco sobre o ator

quarta-feira, 27 de agosto de 2008 12:59 BRT
 

Por Ian MacKenzie

EDIMBURGO (Reuters) - Se você quer revelações picantes sobre as Bond girls ou fofocas sobre o mundo do cinema, o livro de memórias de Sean Connery não é o melhor lugar para procurar.

A autobiografia do renomado ator escocês, "Being a Scot" (Ser escocês), é um livro sério escrito em colaboração com o cineasta escocês Murray Grigor.

Lançado esta semana no 78o aniversário de Connery, durante o Festival Internacional do Livro de Edimburgo, o livro relata sua infância, nos anos 1930, no bairro pobre de Fountainbridge, em Edimburgo.

Connery conta como começou a ser ator, depois de ter sido entregador de leite, marinheiro da Marinha Real (que teve que deixar por sofrer de úlceras), modelo de pintores numa faculdade de arte e halterofilista. Por pouco, não se tornou jogador de futebol profissional.

Mas o livro traz poucos detalhes sobre sua vida íntima ou sobre os muitos casos de amor que ele teria tido em sua vida.

Nacionalista escocês, ele dedica boa parte do livro à própria Escócia, sua história, arte, literatura, arquitetura e poesia. Apesar disso, Connery vive nas Bahamas, tendo jurado que não voltará viver em sua terra natal enquanto ela não conquistar sua independência.

Os filmes de James Bond o tornaram mundialmente famoso. Connery é visto como tendo definido o papel no cinema do personagem James Bond, criado pelo escritor Ian Fleming, desde que foi visto no papel do agente secreto 007 no primeiro filme da série, "007 Contra o Satânico Dr. No", de 1962.

Ele trabalhou em sete filmes da série. O último deles, "007 -- Nunca mais outra vez", é visto como produção que não faz parte da franquia oficial. Mas seu livro contém apenas meia dúzia de referências curtíssimas a Bond, embora Connery atribua sua paixão pelo golfe à necessidade de aprender a jogar convincentemente para derrotar Goldfinger em "007 Contra Goldfinger", de 1964.   Continuação...

 
<p>O ator Sir Sean Connery &eacute; visto perto de uma c&oacute;pia de sua autobiografia, em Edinburgo, Esc&oacute;cia, dia 25 de agosto. Se voc&ecirc; quer revela&ccedil;&otilde;es picantes sobre as Bond girls ou fofocas sobre o mundo do cinema, o livro de mem&oacute;rias de Sean Connery n&atilde;o &eacute; o melhor lugar para procurar. Photo by David Moir</p>