Ex-mulher de Sarkozy perde tentativa de barrar livro na Justiça

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008 14:41 BRST
 

PARIS (Reuters) - A ex-mulher do presidente da França, Nicolas Sarkozy, perdeu na Justiça a tentativa de impedir a publicação de um livro em que ela é citada descrevendo o ex-marido com termos pouco lisonjeiros.

Cecilia Sarkozy, 50, que se divorciou de Sarkozy em outubro, tinha entrado na Justiça contra a publicação do livro "Cecilia", de Anna Bitton, mas um tribunal recusou-se a dar uma ordem para impedir temporariamente a publicação. "Vamos recorrer imediatamente", disse à Reuters a advogada de Cecilia, Michele Cahen.

Além deste, outros dois livros sobre ela foram lançados esta semana. As obras descrevem a ex-mulher de Sarkozy como uma mulher poderosa que ainda exerce influência sobre o presidente.

Bitton menciona supostas afirmações de Cecilia criticando duramente a personalidade de Sarkozy e sua habilidade como pai.

A advogada de Cecilia disse que ela questionava as declarações e o fato de "seus sentimentos estarem sendo colocados em exposição".

A publicação dos livros coincidiu com fortes indicações de que o presidente, que tem 52 anos, pretende se casar com a atual namorada, a ex-modelo italiana Carla Bruni.

(Reportagem de Emmanuel Jarry)

 
<p>Imagem de arquivo do presidente da Fran&ccedil;a, Nicolas Sarkozy, acompanhado por sua ex-mulher, Cecilia. A ex-mulher do presidente da Fran&ccedil;a, Nicolas Sarkozy, perdeu na Justi&ccedil;a a tentativa de impedir a publica&ccedil;&atilde;o de um livro em que ela &eacute; citada descrevendo o ex-marido com termos pouco lisonjeiros. Photo by Philippe Wojazer</p>