Garota de Obama e menino de Britney lideram o YouTube em 2007

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007 12:25 BRST
 

Por Yinka Adegoke

NOVA YORK (Reuters) - Vídeos de uma jovem que se define como "Obama Girl" e a lacrimosa defesa de Britney Spears por um fã, bem como o ataque de um rebanho de búfalos contra um grupo de leões, estiveram entre os mais populares vídeos do YouTube em 2007.

Mas os vídeos não se tornaram populares apenas porque foram assistidos milhões de vezes no site do YouTube, que permite aos usuários postar vídeos que eles mesmos realizam. Os rankings, divulgados pelo YouTube na quinta-feira, levam em conta os vídeos mais enviados, mais discutidos e os que receberam as melhores notas, além, da popularidade geral de cada clipe, a fim de determinar os mais comentados entre as pessoas.

Entre os favoritos do ano estava Obama Girl, um vídeo criado pela Barely Political, no qual uma jovem e atraente cantora professa seu amor pelo senador Barack Obama, candidato à indicação presidencial democrata. O vídeo foi assistido mais de quatro milhões de vezes no site, e exibido muitas vezes em programas de notícias e entrevistas na televisão.

Embora estivesse claro que a Barely Political criou uma sátira política para fins de entretenimento, os internautas talvez tenham encontrado mais dificuldade para compreender as intenções de Chris Crocker com seu vídeo "deixem Britney em paz", lançado em setembro.

O vídeo mostra Crocker chorando enquanto critica a mídia e os paparazzi por sua perseguição à cantora pop Spears, que cambaleava de escândalo a escândalo nas páginas dos tablóides.

O YouTube informou que o melodramático vídeo de dois minutos fez de Crocker um astro instantâneo, com mais de 14 milhões de visitas, e é o quarto vídeo mais comentado na história do site.

Em termos de número bruto de visitantes, uma combinação improvável de produção amadora, paciência e oportunismo fez de um vídeo de oito minutos chamado "Batalha em Kruger" uma atração que gerou 21 milhões de visitas no YouTube.

O vídeo capturava uma batalha entre um rebanho de búfalos, um grupo de leões e um crocodilo, tendo por objeto um pequeno filhote de búfalo.

O clipe, filmado por Jason Schlosberg durante um safári no Parque Nacional Kruger, na África do Sul, foi exibido pela rede de TV ABC e ganhou reportagem na revista Time. Schlosberg vai lançar um documentário no National Geographic Channel, em 2008, tendo seu vídeo original como base.