Editora dos EUA compra romance polêmico sobre esposa de Maomé

sexta-feira, 5 de setembro de 2008 22:04 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A editora norte-americana Beaufort Books adquiriu os direitos de publicação de um romance sobre a menina que foi feita noiva do profeta Maomé, um mês depois de sua concorrente Random House desistir do lançamento por temer que o livro "incite a atos de violência".

Eric Kampmann, presidente da Beaufort, disse em nota que "The Jewel of Medina" ("A Jóia de Medina") deve sair em outubro, com uma sequência em 2009.

A mesma Beaufort havia publicado "If I Did It" ("Se eu tivesse feito"), de O.J. Simpson, depois que a Regan Books, subsidiária da Harper Collins, cancelou a edição desse livro em que o ex-jogador de futebol americano fala do assassinato da sua mulher -- crime do qual foi suspeito.

A Random House, subsidiária da alemã Bertelsmann, deveria ter publicado "The Jewel of Medina", romance de estréia da jornalista Sherry Jones, 46 anos, em 12 de agosto.

Mas a Random House desistiu alegando ter recebido "conselhos não só de que a publicação pode ser ofensiva para parte da comunidade muçulmana, mas também que poderia incitar a atos de violência por parte de um pequeno segmento radical."

Em nota, Jones se disse satisfeita por ter encontrado um editor "que não tenha se deixado assustar pela polêmica".

(Reportagem de Edith Honan)