Tela de artista mexicano achada no lixo é vendida por US$ 1 mi

quarta-feira, 21 de novembro de 2007 12:06 BRST
 

Por Christopher Michaud

NOVA YORK (Reuters) - Um quadro a óleo do artista mexicano Rufino Tamayo que foi resgatado de uma pilha de lixo, numa calçada há alguns anos, foi vendido por mais de 1 milhão de dólares na terça-feira no leilão de arte latino-americana da Sotheby's.

A casa de leilões tinha estimado que a obra "Tres Personajes" -- roubada de um depósito em Houston depois de ser comprada em leilão em 1977 -- seria vendida por entre 750 mil e 1 milhão de dólares, mas acabou sendo arrematada por 1.049.000 dólares, já incluída a comissão.

O quadro de 97 por 130 centímetros foi salvo do esquecimento quando a nova-iorquina Elizabeth Gibson o viu no meio de uma pilha de lixo em Manhattan e resolveu levá-lo para casa.

Ela pesquisou sobre a obra e tomou conhecimento de seu valor e sua história por meio de um site na Internet.

A Sotheby's não identificou o comprador, mas Gibson iria receber uma recompensa de 15 mil dólares por devolver o quadro a seus donos de direito, além de uma porcentagem não revelada do preço do quadro no leilão.

Com a exceção da obra de Tamayo, o leilão foi pouco movimentado.

O preço mais alto foi conseguido por "Le Dejeuner sur L'Herbe", de Fernando Botero, arrematado por 1.329.000 dólares, um pouco abaixo da estimativa prévia.