Britney Spears não consegue recuperar guarda de filhos

quinta-feira, 4 de outubro de 2007 10:24 BRT
 

Por Dana Ford

LOS ANGELES (Reuters) - Britney Spears saiu derrotada na tentativa de recuperar a guarda de seus dois filhos pequenos, na quarta-feira. A Justiça dos EUA ordenou que as crianças permaneçam sob os cuidados exclusivos de seu ex-marido, mas concedeu à problemática popstar o direito a visitas monitoradas.

Intensificando o frenesi de mídia que cerca a briga pela guarda das crianças, o terapeuta de TV Phil McGraw declarou, por meio de um porta-voz, que "estaria disposto a oferecer ao casal a ajuda que estivesse a seu alcance".

Mas o porta-voz, Louis DiCenzo, se negou a dizer se McGraw fizera a oferta diretamente a Spears ou aos representantes dela, enquanto os problemas legais da cantora continuavam a se agravar.

O comissário da Suprema Corte de Los Angeles, Scott Gordon, rejeitou o pedido de Spears de anulação da ordem dada pelo tribunal na segunda-feira concedendo a seu ex-marido, Kevin Federline, a guarda exclusiva dos filhos deles, Sean Preston, 2 anos, e Jayden James, 1, cuja guarda antes era compartilhada entre o casal.

Duas semanas atrás, Gordon ordenou que Britney Spears fosse submetida a exames aleatórios para testar o consumo de drogas e que contratasse uma orientadora de pais, depois de encontrar evidências de "seu uso habitual, frequente e contínuo de álcool e substâncias controladas".

O advogado de Federline, Mark Vincent Kaplan, disse a jornalistas na quarta-feira, após a audiência de três horas a portas fechadas no tribunal, que o juiz concedeu a Spears o direito de visita a seus filhos, sob certas condições.

Ele não deu maiores informações. Mas um porta-voz do tribunal disse que as visitas de Spears terão que ser monitoradas e provavelmente acontecerão a cada dois dias.

O juiz marcou para 26 de outubro outra audiência para reavaliar a situação e possivelmente rever a ordem. Tanto Federline quanto Spears terão que comparecer.

Usando óculos de sol sobre um tampão no olho, Federline assistiu à audiência da quarta-feira sem falar à multidão de jornalistas aglomerados diante do tribunal. Britney Spears não estava presente, e seu advogado se negou a dar declarações.

Spears, 25 anos, e Federline, 29, se divorciaram em julho após quase três anos de casamento, e até esta semana dividiam a guarda de seus filhos igualmente. Mas Kaplan disse a jornalistas em agosto que Federline queria controle maior de seus filhos para mantê-los "isolados de riscos".

 
<p>Britney Spears se apresentando no MTV Video Music Awards em Las Vegas. 9 de setembro. Britney saiu derrotada na tentativa de recuperar a guarda de seus dois filhos pequenos. A Justi&ccedil;a dos EUA ordenou que as crian&ccedil;as permane&ccedil;am sob os cuidados exclusivos de seu ex-marido. Photo by Robert Galbraith</p>