Museu de Berlim é criticado por expor estátua de cera de Hitler

quinta-feira, 3 de julho de 2008 11:44 BRT
 

Por Madeline Chambers

BERLIM (Reuters) - O novo museu de cera de Berlim inaugurou na quinta-feira uma figura de Adolf Hitler, com a aparência mal-humorada, em numa réplica do bunker em que passou seus últimos dias de vida. A exposição foi criticada, sendo vista como de mau gosto.

A polêmica em torno da figura de cera lançou sombra sobre a pré-inauguração da nova filial do museu de cera Madame Tussauds, cujas portas serão abertas ao público no sábado.

Críticos disseram que é inapropriado expor o ditador nazista, que lançou a 2a Guerra Mundial e ordenou o extermínio dos judeus da Europa, em um museu ao lado de estátuas de celebridades, popstars, estadistas mundiais e heróis do mundo esportivo.

"É claro que a figura vai suscitar interesse, mas esperamos que as pessoas percebam que ela faz parte de uma exposição que tem múltiplas atrações", disse Meike Schulze, diretora na Alemanha da Midway Attractions, responsável pelo museu Madame Tussauds em Berlim.

"Seria uma pena se Hitler dominasse tudo."

O apelo dela parece não ter sido ouvido.

Cerca de 200 repórteres e cinegrafistas praticamente ignoraram as réplicas de George W. Bush, da chanceler alemã Angela Merkel e de personalidades como Beethoven, Albert Einstein, Madonna e Brad Pitt.

Em lugar disso, se acotovelaram para olhar o canto escuro ocupado pela figura inconfundível de Hitler.   Continuação...

 
<p>Museu de Berlim &eacute; criticado por expor est&aacute;tua de cera de Hitler. O novo museu de cera de Berlim inaugurou  uma figura de Adolf Hitler, com a apar&ecirc;ncia mal-humorada, em numa r&eacute;plica do bunker em que passou seus &uacute;ltimos dias de vida. A exposi&ccedil;&atilde;o foi criticada, sendo vista como de mau gosto. 3 de julho. Photo by Tobias Schwarz</p>