Rolling Stones fecham contrato para álbum com a Universal

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008 12:00 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Os Rolling Stones assinaram um acordo exclusivo universal para lançar seu próximo álbum pelo Universal Music Group, causando especulações sobre sua possível saída da EMI.

A EMI vem sofrendo vários golpes nas últimas semanas. Artistas importantes ameaçaram deixar a gravadora depois de seu novo proprietário, o financista Guy Hands, e seu grupo de private equity Terra Firma anunciarem planos para o corte de 2.000 empregos.

Um comunicado divulgado pelos Stones na quinta-feira disse que a banda fechou um contrato de um álbum apenas para seu próximo lançamento, previsto para chegar às lojas em março. Trata-se da trilha sonora do filme "Shine a Light", de Martin Scorsese.

Um porta-voz da EMI disse que o acordo cobre apenas um álbum, mas uma fonte do setor musical disse à Reuters que a vigência do contrato entre EMI e Rolling Stones termina em breve e que a banda está estudando suas opções.

A trilha sonora de "Shine a Light" terá lançamento físico e digital nos selos do Universal Music Group em todo o mundo.

"Shine a Light" inclui imagens de dois concertos dos Stones no Beacon Theatre de Nova York no final de 2006, que incluíram participações de Jack White, dos White Stripes, Christina Aguilera e Buddy Guy.

O filme também inclui cenas raras de arquivo e entrevistas e imagens dos bastidores mais recentes.

Os Rolling Stones são uma das maiores bandas da história do rock'n'roll, com vendas de álbuns estimadas em mais de 200 milhões de unidades. Em 2005 eles iniciaram uma turnê mundial de dois anos que terminou em Londres em agosto do ano passado.

A EMI anunciou na terça-feira a demissão de um terço de seu pessoal e de muitos artistas. Nos últimos anos a gravadora vem enfrentando problemas devido a seu cronograma fraco de lançamentos, a pirataria na Internet e a passagem para as vendas digitais.

 
<p>O guitarrista Keith Richards, do conjunto Rolling Stones, durante apresenta&ccedil;&atilde;o. Os Rolling Stones assinaram um acordo exclusivo universal para lan&ccedil;ar seu pr&oacute;ximo &aacute;lbum pelo Universal Music Group, causando especula&ccedil;&otilde;es sobre sua poss&iacute;vel sa&iacute;da da EMI. Photo by Ivan Milutinovic</p>