Michael Jackson dá rara entrevista para lembrar "Thriller"

quinta-feira, 8 de novembro de 2007 16:59 BRST
 

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - Após anos de silêncio, boatos e um julgamento sórdido, Michael Jackson concedeu sua primeira grande entrevista nos Estados Unidos em uma década.

Jackson, 49 anos, aparece na capa da revista afro-americana Ebony para lembrar o 25o aniversário de "Thriller" -- o álbum gravado em estúdio mais vendido do mundo, responsável por transformar Jackson em superastro.

A foto da capa da revista, cuja edição de dezembro chega às bancas em 12 de novembro, vem causando quase tanta reação quanto a entrevista propriamente dita, que mal trata das consequências do julgamento de 2005, quando foi absolvido das acusações de abuso sexual infantil.

Michael Jackson é mostrado vestido inteiramente de branco, com pele reluzente cor creme. Um post no blog sobre cultura pop dotspotter.com comenta: "Michael Jackson só pode ser a pessoa mais branca que já esteve na capa da revista Ebony".

No passado, Jackson atribuiu o embranquecimento gradual de sua pele a uma doença chamada vitiligo.

Na entrevista, Jackson não deixou entrever o que o futuro lhe reserva, apesar dos rumores dos últimos anos de que ele estaria preparando sua volta por cima.

Jackson, que tem três filhos, disse à Ebony que vai ao estúdio diariamente, mas não especificou se está trabalhando sobre um álbum novo.

Harriette Cole, diretora criativa da Ebony, passou um dia e meio com Jackson durante a entrevista e a sessão de fotos, e disse que "a impressão que ele dá é de alguém mais ou menos normal".   Continuação...

 
<p>Michael Jackson est&aacute; na capa da nova edi&ccedil;&atilde;o da revista norte-americana 'Ebony'. O astro deu uma rara entrevista para lembrar os 25 anos do &aacute;lbum 'Thriller'. Photo by Reuters (Handout)</p>