17 de Janeiro de 2008 / às 10:12 / 10 anos atrás

SPFW começa com desfile na casa de Tufi Duek inspirado em rosas

<p>Modelo desfila com uma cria&ccedil;&atilde;o da cole&ccedil;&atilde;o Outono- Inverno 2008 da grife Forum durante a S&atilde;o Paulo Fashion Week. A marca Forum Tufi Duek 'embrulhou' a mulher como um presente no desfile que abriu a edi&ccedil;&atilde;o de outono-inverno do S&atilde;o Paulo Fashion Week, nesta quarta-feira. Photo by Paulo Whitaker</p>

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - A marca Forum Tufi Duek “embrulhou” a mulher como um presente no desfile que abriu a edição de outono-inverno do São Paulo Fashion Week, nesta quarta-feira. A apresentação, inspirada em rosas, trouxe vestidos com decotes profundos e aconteceu na casa do próprio estilista.

“É um ramalhete de flores ao contrário”, explicou Tufi Duek sobre a última imagem do desfile, uma modelo “embrulhada” com papel celofane e um laço vermelho em cima da cabeça.

Ela usava por baixo um vestido longo vermelho tomara-que-caia, com desenhos na parte de baixo de flores brancas, criadas pelo artista plástico Paulo Von Poser.

Apesar da idéia de fazer o desfile em sua própria casa no Jardim Europa, bairro nobre da capital paulista, para criar um ambiente “intimista” de acordo com suas roupas “exclusivas”, a bagunça de jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas e convidados foi a mesma de sempre.

A 24a edição do SPFW acontece até segunda-feira no pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, mas sempre há alguns estilistas que optam por apresentar suas novas coleções em espaços diferentes.

Cerca de 400 pessoas viram o desfile da Forum e puderam circular pela casa de Duek, com muitas obras de arte espalhadas pelas paredes, como trabalhos de Beatriz Milhazes, Marepe e Leonilson.

As modelos desfilaram em três salas internas do primeiro andar e no enorme jardim externo, com muitas árvores e folhas verdes, um cenário que parecia uma locação cinematográfica.

As rosas de Von Poser foram usadas para estampas de vestidos e em detalhes, virando pequenos botões pretos nos decotes ou nas gargantilhas.

Os vestidos feitos inteiros de paetês, uma das tendências deste verão, devem continuar no outono-inverno, com a novidade da manga única, como mostrou a nova coleção.

A atriz Guilhermina Guinle, que estava entre os convidados, disse que gostou mais dos vestidos pretos e longos, bem fechados na frente, mas com grandes decotes nas costas.

“Achei lindo que ele voltou para uma coisa mais chique, tipo ‘Bonequinha de Luxo’, e não foi para uma coisa modernérrima, como às vezes ele vai”, disse a atriz, fazendo referência ao filme 1961 com Audrey Hepburn no elenco.

O SPFW terá 40 desfiles até segunda-feira. Entre outras apresentações externas haverá a Cavalera, na margem do rio Tietê, e a Ellus, na Estação Julio Prestes.

Na Bienal, além das três salas de desfile e os lounges dos patrocinadores, acontece a exposição de sapatos da estilista britânica Vivianne Westwood, que visitará o evento.

A cenografia da Bienal é mais uma vez feita pela dupla Daniela Thomas e Felipe Tassara, que criaram uma “torre de Babel” no vão livre do prédio formado pelas rampas, formada por andaimes e com TVs e computadores para os frequentadores do SPFW.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below