Jack Nicholson e Morgan Freeman estrelam "Antes de Partir"

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007 19:42 BRST
 

Por Arthur Spiegelman

LOS ANGELES (Reuters) - Os atores Jack Nicholson e Morgan Freeman, ambos septuagenários ganhadores do Oscar, acham que o filme "Antes de Partir", sobre o improvável encontro de dois velhos com câncer num quarto de hospital, pode ser o mais inspirador da temporada.

Velhice e câncer não costumam ser bons temas para comédias, mas Nicholson disse numa recente entrevista ao lado de Freeman que aparentemente eles conseguiram fazer algo agradável sobre um assunto desagradável.

"Fiz uma exibição para amigos e vi quatro ou cinco pessoas se reconciliando no salão", disse Nicholson. "Acho que temos alguma coisa nas mãos -- nosso filme pode ser a única coisa para levantar os ânimos por aí."

Nicholson interpreta um milionário, dono de uma rede de hospitais cujo slogan é "dois pacientes por quarto". De repente, se vê fadado a uma amizade com o mecânico Freeman, seu companheiro de internação.

O personagem de Freeman tem a idéia de fazer uma lista de tudo o que gostaria de fazer antes de partir, e a amizade que surge leva Nicholson a bancar uma viagem para eles.

"Como diziam os hippies, sabendo ou não, todos estão morrendo", afirmou Nicholson, rindo junto com Freeman.

As resenhas se dividem. O Newsday viu no filme uma "comédia saturada", enquanto a Variety achou que não há "nem um só grama de verdade". Mas provavelmente será um sucesso. O Village Voice apontou uma "veia sexista" no filme e disse que Nicholson tem tudo para faturar mais um Oscar.

Essa é a estréia do roteirista Justin Zackham, que após várias tentativas esteve a ponto de desistir de Hollywood. Escreveu "Antes de Partir" em duas semanas, como última chance, rejeitada por todos os produtores até cair nas mãos do diretor Rob Reiner, de "Harry e Sally, Feitos Um para o Outro" (1989) e "Questão de Honra" (1992).   Continuação...

 
<p>Foto de Jack Nicholson, Beverly Todd e Morgan Freeman, elenco do filme 'Antes de Partir'. Nicholson e  Freeman, ambos septuagen&aacute;rios ganhadores do Oscar, acham que o filme, sobre o improv&aacute;vel encontro de dois velhos com c&acirc;ncer num quarto de hospital, pode ser o mais inspirador da temporada. Photo by Mario Anzuoni</p>