Westwood leva "parceiros" de 7 anos à Semana de Moda de Paris

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008 22:48 BRT
 

PARIS (Reuters) - A Semana da Moda de Paris é famosa por reunir os nomes mais tradicionais da alta-costura mundial, mas na segunda-feira quem chamou a atenção foram dois novatos --Phoebe e Euan, ambos de 7 anos de idade.

Junto com 34 colegas, os dois alunos de uma escola primária inglesa foram convocados por Vivienne Westwood, a grande dama da moda britânica, para pintarem insetos, plantas e cobras sobre sua coleção. O tema? Crise ecológica.

"Foi mesmo brilhante, e ela foi muito legal e prestativa", disse Euan Bonser a respeito do trabalho com Westwood, que ficou famosa por sua associação com o movimento punk na década de 1970 --ela vestia a banda Sex Pistols.

Sentada ao lado dele na primeira fila, Phoebe Ackroyd, também vestindo uniforme escolar (suéter verde, calça cinza), dizia que ficou com vontade de virar modelo depois da experiência de pintar pontos e traços em vestidos, jaquetas e em um chapéu.

Para Westwood, a moda sempre foi um veículo para a política. Em 2005, ela se uniu à ONG britânica Liberty com uma série de camisetas e roupas infantis com o slogan "Não sou terrorista", para chamar a atenção às violações contra os direitos individuais após o 11 de Setembro.

A coleção apresentada na segunda-feira, chamada "Ponto do Caos", não foi diferente. Ela levou à passarela a representação de um grupo de militantes que luta para evitar um desastre ecológico no planeta, inclusive com uma modelo de perna-de-pau. Westwood disse que queria "distinguir os personagens das suas roupas".

Phoebe e Euan foram parar na primeira fila do principal evento da moda mundial porque sua professora, Madeline Bell, 25 anos, foi convencida pela classe a escrever para Westwood depois de ensinar aos alunos sobre a estilista numa aula sobre "grandes artistas".

Bell, que estudou moda antes de virar professora primária, disse que "adorou absolutamente" Westwood e que está realizando um sonho por intermédio das crianças. "Ela lhes deu uma chance brilhante de fazer algo incrível", afirmou.

(Por Rachel Sanderson)