Tommy Lee Jones processa estúdio por lucros de "Onde os Fracos"

terça-feira, 9 de setembro de 2008 10:51 BRT
 

Por Leslie Simmons

LOS ANGELES (Hollywood Reporter) - A Paramount e Tommy Lee Jones não vivem um momento de amizade, após o ator ter movido uma ação alegando que o estúdio lhe deve pelo menos 10 milhões de dólares em bônus sobre bilheteria relativos a seu trabalho em "Onde os Fracos Não Têm Vez", vencedor do Oscar de melhor filme este ano.

Jones abriu o processo contra a Paramount e a N.M. Classics em Bexar County, Texas, onde vive. A ação afirma que seu contrato previu um pagamento inicial reduzido, a ser seguido por mais se o filme fizesse sucesso comercial.

"Onde os Fracos Não Têm Vez", em que Jones faz um xerife de cidade pequena, arrecadou 160 milhões de dólares em todo o mundo.

Tommy Lee Jones diz que a Paramount não lhe pagou o valor total devido. Ele diz que o estúdio alega erros em seu contrato, envolvendo o cálculo do bônus sobre a bilheteria e as vendas em DVD.

A Paramount disse que é política do estúdio não comentar litígios pendentes.

"Isto dito, porém, temos a certeza de termos cumprido nossas obrigações com Tommy Lee Jones", disse o estúdio.

 
<p>O ator Tommy Lee Jones durante premia&ccedil;&atilde;o em janeiro deste ano. Ele e a Paramount  n&atilde;o vivem um momento de amizade ap&oacute;s o ator ter movido uma a&ccedil;&atilde;o contra o est&uacute;dio exigindo pelo menos 10 milh&otilde;es de d&oacute;lares pela bilheteria de 'Onde os Fracos N&atilde;o T&ecirc;m Vez'. Photo by Lucas Jackson</p>