Turistas poderão visitar pegadas de 385 mil anos na Itália

sábado, 6 de outubro de 2007 16:19 BRT
 

NÁPOLES (Reuters) - Gostaria de andar sobre as pegadas dos primeiros homens?

Os turistas visitando a Itália poderão fazer isso a partir deste fim de semana, depois que pegadas deixadas há 385 mil anos foram abertas para o público.

As pegadas fossilizadas, que, segundos cientistas italianos, estão entre as mais antigas jamais encontradas, estendem-se por seis trilhas no sopé do vulcão Roccamonfina, no sul da Itália.

Também foi encontrada uma impressão de uma mão, feita quando um humano primitivo tropeçou na terra fofa.

As pegadas fossilizadas são conhecidas no local há séculos como "As Trilhas do Diabo", pois, segundo a crença popular, elas seriam sobrenaturais. Os cientistas as identificaram adequadamente em 2003, e mantiveram a área isolada para o público até sábado.

Os turistas não podem colocar os pés diretamente sobre os fósseis, mas podem andar ao lado da trilha a uma distância segura.

Paolo Mietto, da Universidade de Pádua, disse que os cientistas também descobriram outro conjunto de trilhas nas proximidades, em um local que está sendo escavado no momento. Ele disse que as trilhas indicam a presença de, no mínimo, seis indivíduos.

"Isso diz muito sobre o potencial desse sítio", disse Mietto.

As pegadas pertencem a membros primitivos da família humana que mediam cerca de 1,50 m, andavam eretos e usavam as mãos para se estabilizar.

(Por Phil Stewart)