Live Nation negocia contrato com Shakira

terça-feira, 1 de julho de 2008 18:04 BRT
 

Por Yinka Adegoke

NOVA YORK (Reuters) - A popstar de música latina Shakira estaria negociando com a promotora de concertos Live Nation um contrato que incluiria turnês, merchandising e gravações, segundo pessoas bem informadas sobre as negociações.

A cantora colombiana, cujo sucesso de 2006 "Hips Don't Lie" foi No. 1 nos Estados Unidos, deve fechar um contrato multimilionário com a Live Nation até o final do ano, após meses de negociações.

O New York Post anunciou na terça-feira que o contrato, do tipo conhecido como "360 graus", pode valer 70 milhões de dólares. Mas uma pessoa próxima à artista disse que o valor deve ser superior a isso, devido ao sucesso recente da cantora em suas turnês.

A estratégia da Live Nation consiste em ampliar seus negócios para além da gestão das turnês, oferecendo também gravação, merchandising, vendas de ingressos e outros serviços que tradicionalmente eram realizados por empresas diferentes.

A Live Nation já tem uma relação com Shakira em suas turnês, tendo administrado a parte americana de sua turnê "Oral Fixation" no ano passado. De acordo com fontes familiarizadas com a turnê, ela rendeu mais de 100 milhões de dólares.

Os direitos de gravação de Shakira pertencem atualmente ao selo Epic Label, da Sony BMG Music Entertainment. A cantora de 31 anos, que já vendeu mais de 50 milhões de álbuns em todo o mundo, ainda precisa produzir dois álbuns em estúdio -- um em inglês e outro em espanhol -- pelo contrato com a Epic, além de um álbum de seus maiores sucessos.

No ano passado a Live Nation assinou um contrato semelhante de 360 graus com Madonna, válido por mais de dez anos e valendo 120 milhões de dólares. A empresa também fechou contratos com a banda irlandesa U2 e o rapper Jay-Z.

 
<p>Live Nation negocia contrato com Shakira. A popstar de m&uacute;sica latina Shakira estaria negociando com a promotora de concertos Live Nation um contrato que incluiria turn&ecirc;s, merchandising e grava&ccedil;&otilde;es, segundo pessoas bem informadas sobre as negocia&ccedil;&otilde;es. Foto do Arquivo. Photo by Enrique Marcarian</p>