Fãs dizem que Prince quer processá-los por conteúdo de sites

quarta-feira, 7 de novembro de 2007 11:48 BRST
 

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Alguns responsáveis por sites de fãs do cantor Prince disseram ter recebido notificações judiciais para remover de seus sites todas as imagens do cantor, suas letras de músicas e "qualquer coisa ligada à imagem de Prince". Os sites prometeram combater o que afirmam ser censura.

A iniciativa foi recebida com choque pela multidão de admiradores do artista e acontece dois meses depois de Prince ter ameaçado processar o YouTube e outros grandes sites pelo uso não autorizado de sua música.

Mas, ao mirar diretamente os sites de seus fãs, Prince corre o risco de sofrer uma reação de repúdio. Os sites prometeram unir-se sob a bandeira "Fãs de Prince Unidos" e levar a questão aos tribunais, se for preciso.

"Acreditamos que tais atos constituem violação da liberdade de expressão e não devem ser permitidos", disse um comunicado emitido pelos três sites: www.housequake.com, www.princefams.com e www.prince.org.

Uma empresa que ajuda Prince a controlar sua imagem e música na Internet disse que os sites de fãs fizeram uma interpretação "incorreta e que induz ao engano".

"Prince não pretende processar seus fãs em momento algum, e isto não diz respeito à liberdade de expressão", disse John Giacobbi, diretor da Web Sheriff.

"A questão atual entre a gravadora de Prince e três sites não oficiais diz respeito ao uso das marcas registradas e fotos de Prince, sobre muitos dos quais ele detém os direitos", disse ele à Reuters.

Giacobbi acrescentou que Prince deve divulgar uma resposta completa ao comunicado dos sites de fãs ainda nesta quarta-feira.