Novas grifes e maior curiosidade dão destaque a homens no SPFW

segunda-feira, 23 de junho de 2008 21:00 BRT
 

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - Na moda masculina, pouca coisa muda com o passar das temporadas, mas dizem que só um botão pode fazer toda uma revolução.

Enquanto isso não acontece, todos esperam pela oportunidade de captar algo novo para o armário dos homens, ainda mais agora com a estréia de duas grifes exclusivas de moda masculina no São Paulo Fashion Week -- a Rosa Chá e a Reserva.

"Nunca o homem esteve tanto no centro das atenções, nunca vi tanta gente interessada", afirmou o editor de moda especializado no assunto Lula Rodrigues.

"O homem também está mudando. O europeu e o americano consomem moda, e o brasileiro está começando a olhar para isso agora."

Entre as novidades desta temporada, que acaba nesta segunda-feira, Lula cita a silhueta do homem, que tem aparecido mais ampla nos desfiles de moda primavera verão.

"A tirania do skinny começa a ficar mais confortável", disse o editor sobre o modelo de calça com elastano, bem colada ao corpo.

A grande mudança, no entanto, será quando os homens passarem a adotar, no mundo todo, os ternos mais inventivos exibidos nas passarelas internacionais, no lugar do tradicional terno de três botões. "Quem conseguir isso vai para o hall da fama", disse.

A Rosa Chá, de Amir Slama, muito famosa pela moda praia feminina, fez sua estréia no SPFW com sua linha para homens. Causou furor ao colocar um homem pelado tomando uma chuveirada na boca de passarela. E apresentou sungas minúsculas e outras nem tanto, com destaque para uma com bolsinho e porta-celular.   Continuação...

 
<p>Modelo desfila para Rosa Ch&aacute; no Sao Paulo Fashion Week. Photo by Paulo Whitaker</p>