Dublinense Anne Enright recebe prêmio literário Man Booker

quarta-feira, 17 de outubro de 2007 11:32 BRST
 

Por Paul Majendie

LONDRES (Reuters) - A dublinense Anne Enright recebeu o prêmio Man Booker, um dos troféus de maior prestígio do mundo literário, por sua áspera saga familiar irlandesa "The Gathering".

O presidente do júri do prêmio, Howard Davies, disse na terça-feira, após os jurados terem passado duas horas e meia a portas fechadas escolhendo a vencedora do prêmio de 100 mil dólares: "(O livro) é um olhar intransigente sobre uma família enlutada, relatado em linguagem dura e marcante".

A própria Enright descreveu seu livro como "o equivalente intelectual a um melodrama choroso de Hollywood".

"Quando as pessoas escolhem um livro para ler, querem algo que as alegre. Se for esse o caso, não devem escolher meu livro", ela admitiu.

"The Gathering" conta a história dos nove filhos sobreviventes do clã Hegarty, que se reúnem em Dublin no velório de seu irmão alcoólatra Liam e relembram um segredo sombrio da infância dele.

Falando de sagas de famílias problemáticas, Enright disse: "Sempre há um que é bêbado, sempre há um que foi molestado quando era criança, sempre há um que é um sucesso fenomenal".

"A família é algo de que não se escapa. Não fazer parte da família é algo que não existe", disse ela a jornalistas, depois de derrotar o escritor britânico Ian McEwan e o neozelandês Lloyd Jones, que tinham sido vistos como favoritos para o prêmio.

"Sigo a tradição irlandesa, com liberdade", disse ela, elogiando seu compatriota James Joyce. "Joyce lançou uma grande luz; ele tornou tudo possível."   Continuação...

 
<p>Dublinense Anne Enright recebe pr&ecirc;mio liter&aacute;rio Man Booker em Londres. A dublinense Anne Enright recebeu o pr&ecirc;mio Man Booker, um dos trof&eacute;us de maior prest&iacute;gio do mundo liter&aacute;rio, por sua &aacute;spera saga familiar irlandesa 'The Gathering'. 16 de outubro. Photo by Toby Melville</p>