Experts do Oscar moderam hype em torno do Coringa de Ledger

quarta-feira, 16 de julho de 2008 18:13 BRT
 

Por Iain Blair

LOS ANGELES (Reuters) - Quando o novo filme de Batman, "O Cavaleiro das Trevas", começou a ser visto em pré-estréias, no mês passado, alguns espectadores viram Heath Ledger como candidato instantâneo ao Oscar pelo papel do vilão ensandecido Coringa.

Mas observadores do Oscar e críticos veteranos dizem o zunzunzum em torno de Ledger, gerado principalmente na Internet, pode decepcionar os fãs, já que a entrega de um Oscar ao ator australiano morto de overdose acidental de drogas em janeiro seria um fato raro.

Até hoje apenas um ator recebeu um Oscar póstumo: Peter Finch, por "Rede de Intrigas", de 1976.

"Batman -- O Cavaleiro das Trevas", que tem estréia comercial na sexta-feira, é uma aventura de ação baseada em HQ -- um tipo de filme que não costuma ser escolhido pelos eleitores do Oscar, dizem os especialistas, e ainda faltam muitos filmes para serem vistos este ano.

Mesmo assim, a performance elogiada de Ledger pode lhe valer uma indicação ao prêmio mais importante do cinema norte-americano, a ser entregue em 22 de fevereiro de 2009.

"Toda essa conversa sobre o Oscar é um fenômeno da era da Internet, algo que chamo de 'boato de realização de desejos"', disse o crítico de cinema Leonard Maltin, do programa de TV "Entertainment Tonight".

"As pessoas acham que, se repetirem suficientes vezes, a coisa acabará por acontecer."

"Isso não significa que não possa acontecer", ele ressalvou, citando a "grande performance" de Ledger. "Mas garanto que as pessoas que estão espalhando esse rumor não são eleitores do Oscar, nem pessoas que têm voz ativa em Hollywood."   Continuação...

 
<p>Experts do Oscar moderam hype em torno do Coringa de Ledger. Quando o novo filme de Batman, 'O Cavaleiro das Trevas', come&ccedil;ou a ser visto em pr&eacute;-estr&eacute;ias alguns espectadores viram Heath Ledger como candidato instant&acirc;neo ao Oscar pelo papel do vil&atilde;o ensandecido Coringa. Imagem do Filme. Photo by Reuters (Handout)</p>