Críticos em Cannes estão desanimados; festival está perto do fim

sexta-feira, 23 de maio de 2008 16:50 BRT
 

Por Mike Collett-White

CANNES (Reuters) - A ausência de filmes memoráveis em Cannes este ano significa que o festival 2008 dificilmente sobreviverá por muito tempo na memória dos críticos, para os quais, depois de um início forte, a competição principal foi perdendo brilho.

Apesar disso, o tapete vermelho do festival atraiu grandes nomes como Madonna, Angelina Jolie, Brad Pitt, Clint Eastwood, Penelope Cruz, Woody Allen, Steven Spielberg e Harrison Ford, além de astros do esporte como Mike Tyson e Diego Maradona.

Faltando ainda três dos 22 filmes da competição oficial para serem exibidos, críticos e jornalistas têm dificuldades para citar destaques após dez dias exaustivos dias --até agora-- de sessões de cinema, coletivas de imprensa, entrevistas e festas.

A competição se encerra na noite de domingo, quando o júri de nove membros encabeçado por Sean Penn entregará os prêmios, culminando com a cobiçada Palma de Ouro de melhor filme.

"O clima geral vem sendo de desapontamento, mesmo antes de chegar a metade do festival", disse Jay Weissberg, crítico da revista especializada Variety.

"Depois de um festival de Berlim fraco, a impressão que se está tendo é que 2008 não será o melhor dos anos para o cinema."

Weissberg e vários outros críticos assinalaram "Valsa com Bashir" como potencial ganhador do prêmio máximo.

O documentário animado foi visto como maneira inovadora de explorar as memórias de um recruta israelense sobre o massacre de refugiados palestinos dos campos de Sabra e Shatila, em Beirute, em 1982.   Continuação...