Cópia da Carta Magna, com 710 anos, é leiloada por US$21,3 mi

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007 10:50 BRST
 

Por Christopher Michaud

NOVA YORK (Reuters) - Um raro exemplar da Carta Magna foi vendido na terça-feira por 21,3 milhões de dólares pela casa Sotheby's, de Nova York. É um dos documentos históricos mais importantes já levados a leilão.

A Carta Magna estabeleceu os direitos da população inglesa e restringiu os poderes do rei.

A cópia documento havia sido comprado por um empresário de Washington que se dizia determinado a mantê-lo nos EUA, onde estava exposto nos Arquivos Nacionais desde 1988.

Esse é um dos 17 exemplares existentes da Carta Magna -- o último nos EUA e o único em mãos de particulares. Ele foi vendido pela Fundação Perot, criada pelo bilionário ex-candidato a presidente Ross Perot para fazer doações filantrópicas. A fundação havia adquirido o documento em 1984 da família Brudenell, de Northamptonshire.

"É um bom dia para o país", disse a jornalistas David Rubenstein, advogado e fundador do fundo de investimentos Grupo Carlyle, após fazer a extraordinária aquisição. Ele contou que chegou a poucos minutos do fim do leilão e quase perdeu a chance de dar um lance.

"Estava disposto a fazer o que pudesse para garantir que os Arquivos Nacionais pudessem continuar a exibir isso", disse Rubenstein, lembrando que o documento de 1297 foi a base para a Declaração de Independência dos EUA e para a Constituição do país.

Ele afirmou que, caso os Arquivos Nacionais aprovem a idéia, a Carta Magna pode ser enviada para exposições em outros países.

A Sotheby's qualificou esse como sendo "o documento mais importante do mundo".

 
<p>Um raro exemplar da Carta Magna foi vendido na ter&ccedil;a-feira por 21,3 milh&otilde;es de d&oacute;lares pela casa Sotheby's, de Nova York. &Eacute; um dos documentos hist&oacute;ricos mais importantes j&aacute; levados a leil&atilde;o. Photo by Shannon Stapleton</p>