Leilão consegue lance milionário por Rembrandt suspeito

sábado, 27 de outubro de 2007 11:00 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Um retrato a óleo considerado há anos apenas uma cópia de um Rembrandt e com o preço inicial estipulado em modestas 1.000 libras foi vendido por 2,5 milhões de libras (9,1 milhões de reais) depois de uma disputa descontrolada de lances em uma casa de leilões da Inglaterra.

"Para dizer o mínimo, o dono ficou muito feliz", disse Philip Allwood, da casa de leilões Moore, Allen & Innocent.

"Entrei em contato com ele esta manhã. Ele está muito interessado em saber quando e como receberá o dinheiro", acrescentou ele.

A pintura --que ficou pendurada por décadas na parede de uma casa em Gloucestershire-- tem o título "O Jovem Rembrandt como Demócrates, o Filósofo que Ri", e está assinada H.L. Rembrandt.

"Quando vi a pintura na casa, disse para mim mesmo que deveria ser real. Mas o dono disse que seu pai havia verificado e era apenas uma cópia", disse Allwood.

"Ficou no meu escritório por semanas, e eu gradualmente fui me convencendo que era autêntica. Então, enviei fotografias e minha descrição ao museu Rijksmuseum, em Amsterdã. Eles responderam, dizendo que achavam se tratar de uma cópia", acrescentou ele.

Relutantemente, Allwood colocou a pintura no leilão de sexta-feira, com um preço-guia entre 1.000 e 1.500 libras. Mas ele também colocou a pintura na capa do catálogo do leilão e enviou cópias para todos os mais importantes marchands.

No dia do leilão, uma multidão de marchands de Londres compareceu ao local, e outros fizeram lances pelo telefone.

"O último lance feito pelo telefone foi de cerca de meio milhão, e depois duas pessoas ficaram fazendo lances na sala. Foi absolutamente emocionante", disse Allwood.

Se a pintura for reconhecida como um Rembrandt genuíno, seu novo dono terá conseguido uma barganha. Um quadro do mestre holandês foi vendido por 25,8 milhões de dólares em Nova York em janeiro, e o recorde do artista está em quase 29 milhões de dólares.