Novo filme dos irmãos Coen tem maior bilheteria nos EUA

domingo, 14 de setembro de 2008 16:02 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - "Queime depois de Ler" ("Burn after Reading), uma comédia de espionagem dirigida pelos irmãos Joel e Ethan Coen, conquistou por estreita margem a melhor bilheteria do fim de semana na América do Norte, estabelecendo um novo recorde de vendas para os dois diretores premiados com um Oscar este ano.

Com astros como George Clooney, Brad Pitt e John Malkovich no elenco, o filme teve uma arrecadação estimada em 19,4 milhões de dólares nos Estados Unidos e Canadá em três dias de exibição, iniciada na quinta-feira, segundo a distribuidora Focus Features.

O valor representa um novo recorde não apenas para os irmãos Coen, mas também para a Focus, empresa que integra a unidade da NBC Universal, da General Electric Co's. O último sucesso dos Coens foi "A Ponte do Humor Negro" ("Ladykillers"), que arrecadou 12,6 milhões na estréia em 2004.

Três outras estréias estão entre os melhores resultados de bilheteria: em segundo lugar na arrecadação, "The Family That Preys", a última saga doméstica do prolífico diretor Tyler Perry, com 18 milhões de dólares; em terceiro, o drama policial "Righteous Kill", com Robert De Niro e Al Pacino, com 16,5 milhões de dólares; e em quarto lugar o remake do drama "The Women", de 1939, que recebeu críticas negativas e rendeu apenas 10,1 milhões na estréia.

Na realidade, os críticos também não se entusiasmaram muito mais com os outros dois lançamentos, incluindo "Queime depois de Ler", o primeiro trabalho dos irmãos Coen desde que ganharam o Oscar de melhor filme em fevereiro pelo drama texano "Onde os Fracos Não Têm Vez".

"Queime depois de Ler" teve sua première internacional no Festival Internacional de Cinema de Veneza, no mês passado. Brad Pitt interpreta um instrutor de ginástica hiperativo que encontra por acaso um comprometedor livro de memórias de um ex-analista da CIA (Malkovich) e tenta extorquir dinheiro dele. Clooney faz o papel de um xerife mulherengo.

O maior sucesso de bilheteria na semana passada, o thriller "Bangkok Dangerous", com Nicolas Cage, caiu para a 8a posição, com 2,4 milhões de dólares, e acumula em 10 dias de exibição 12, 5 milhões de dólares.

"The Family That Preys" e "Bangkok Dangerous" são lançamentos do estúdio independente Lionsgate, da Lions Gate Entertainment Corp.

"Righteous Kill" é da Overture Films, da Liberty Media Corp's Starz Media.

"The Women" é uma produção do estúdio Picturehouse.

(Reportagem de Dean Goodman)